Como Expandir Sua Loja Virtual no Shopify Para Vários Países

Como Expandir Sua Loja Virtual no Shopify Para Vários Países

Como Expandir Sua Loja do Shopify Para Vários Países

Foram-se os dias nos quais era necessário um exército interno de desenvolvedores para criar um site preparado para comercializar produtos com clientes do mundo inteiro.

A ascensão das micromultinacionais está ocorrendo. Muitos lojistas do Shopify passaram de pequenos comércios regionais e começaram a atender clientes globais, aumentando expressivamente seus lucros durante o caminho.

Todo o processo está detalhado abaixo. Compartilharemos alguns exemplos específicos para mostrar a você como outros donos de lojas de e-commerce transformaram seus negócios através deste passo a passo.

Por Que Expandir Sua Loja Virtual?

Existem muitos benefícios na expansão para vários países. Alguns deles são mais óbvios, mas outros podem ter passado despercebidos.

Venda Mais ao Expandir-se para Novas Regiões

Mais notavelmente, a expansão permite que você amplie suas vendas ao aumentar sua base de clientes. Se você vende apenas em um país, está limitando a capacidade da sua loja online de alcançar mercados maiores. Mesmo que você ofereça frete internacional, o custo é geralmente proibitivo para os clientes localizados nas outras áreas.

Ao expandir-se para novas regiões – e principalmente oferecendo opções de frete e moeda locais – você automaticamente permitirá que um grande número de pessoas novas compre na sua loja virtual.

Aceite Pagamentos em Moeda Local

Embora seja possível exibir diversas moedas em uma loja virtual, você somente pode aceitar fundos em uma única moeda – aquela que seja padrão da sua loja online.

Aqui está o problema: caso australianos queiram comprar na sua loja americana, eles terão que pagar em dólares americanos. Suas conversões quase sempre valerão menos do que valeriam se você pudesse oferecer a opção de pagamento através da moeda local.

A maioria das pessoas não quer pagar com outra moeda. Embora possamos abrir uma exceção àquela loja virtual predileta, caso tenhamos opção, provavelmente escolheríamos uma loja que aceitasse nossa moeda local. Pagar com outra moeda é complicado, principalmente para compras em lojas online, e quase sempre mais caro em comparação aos pagamentos com sua moeda local. Oferecer a opção da moeda local pode aumentar suas vendas.

A Quad Lock Case é um exemplo perfeito. Eles saíram da condição de comércio regional (loja nos EUA/global) para versões localizadas nos EUA, Europa, Austrália e Reino Unido – como resultado, a marca observou um enorme aumento nas vendas. Esse aumento foi praticamente instantâneo, produzindo milhares de novos pedidos.

Segmente Clientes Locais com Sua Publicidade

Se você estiver utilizando o Google Adwords ou o Facebook Ads para segmentar públicos específicos e produzir tráfego à sua loja virtual, incluir uma opção local aos seus anúncios promoverá uma segmentação mais eficaz.

Por exemplo, ao invés de perder dinheiro enviando clientes canadenses à sua loja norte-americana, na qual eles não poderão pagar com moeda local (e, com isso, estarão menos propensos a concluir suas compras), você pode enviá-los diretamente à sua loja virtual canadense.

Quando feito corretamente, criar lojas locais pode aumentar seu ROI (retorno sobre investimento) através dos anúncios pagos. Idealmente, você gastará menos e converterá mais.

Ofereça Frete e Logística Locais

Manter lojas locais permite que você ofereça opções específicas de frete para os clientes locais. Por exemplo, a Erstwilder criou uma barra de anúncios no topo do seu site para exibir um grupo de opções de frete aos clientes australianos e outro grupo aos clientes internacionais.

Cabeçalho Erstwilder

Para melhorar a oferta, um recado indicando que “Faltam US$ X para o Envio Grátis” oferece um novo lembrete para que o cliente inclua outro produto ao carrinho de compras visando obter frete grátis. Se você quiser fazer isso, veja aqui um passo a passo para configurá-lo.

Carrinho de Compras Erstwilder

Mais Controle Sobre Seus Produtos

Deseja oferecer produtos aos clientes de um determinado país, mas não de outro? Por efetivamente administrar lojas individuais associadas, você pode manipular e gerenciar o estoque da forma como quiser.

Agora que conferimos os principais benefícios a respeito de por que você poderia montar lojas online regionais, vamos analisar a questão da execução. 

Como Monto Múltiplas Lojas Online Regionais?

Para ilustrar, vamos acelerar até o resultado final. Se você seguir este plano, terminará com algo semelhante à Quad Lock Case: uma loja australiana, uma loja europeia, uma loja britânica e uma loja americana/global, a qual atende os demais países que ainda não contam com lojas online regionais.

Cada uma dessas lojas virtuais possui seu próprio estoque, moeda, domínio e back-end.

Obviamente, você pode criar unidades para apenas dois países, ou dez – fica a seu critério. Até agora, as empresas mais bem-sucedidas com as quais eu trabalhei mantêm de duas a seis lojas online regionais. É preciso criar um equilíbrio entre a facilidade de administração das lojas virtuais e a potencialização do seu número total de clientes.

Muito provavelmente, caso esteja no mercado há algum tempo, você já sabe quais países podem ser bons candidatos à expansão. É possível aproveitar informações como:

  • De onde grande parte dos seus clientes faz compras.
  • De onde você recebe muitas consultas (“vocês enviam para o país X?”).
  • Seus relatórios de carrinhos de compras abandonadose o Google Analytics, para observar quais mercados não são atendidos adequadamente ou quais deles abandonam as compras com frequência.

Desde que tenha pelo menos uma loja virtual, você já possui a base para sua expansão. A partir daí, será necessário tomar as medidas indicadas abaixo.

1. Crie Outra Conta no Shopify

Para manter tudo organizado, eu gosto de registrá-las junto à região, no nome da loja no Shopify.

Por exemplo, caso sua loja atual seja nomedasualoja.myshopify.com, gosto de registrar nomedasualoja-ca.myshopify.com para o Canadá, nomedasualoja-au.myshopify.com para a Austrália, e assim por diante.

Os clientes não verão isso. Portanto, a medida não é essencial, mas ajuda a manter seus sistemas organizados no back-end.

2. Adquira Um Domínio Adicional

Há duas opções nesta etapa:

  • Utilizar um domínio separado
  • Utilizar um subdomínio

Utilizar um domínio separado significa algo como sualoja.com para seu site “principal”, sualojaeua.com para sua loja virtual nos EUA, sualoja.ca para sua loja no Canadá, etc. Essa abordagem também pode funcionar, contanto que o branding e todo o restante estejam ajustados corretamente.

Por sua vez, utilizar um subdomínio significa que você manteria sualoja.com para seu site “principal”, ca.sualoja.com para o Canadá, au.sualoja.com para a Austrália, e assim por diante.

Prefiro essa abordagem, pois ela reforça aos clientes que o domínio registrado é parte legítima da sua marca.

3. Duplique Sua Loja Online

Há muitos passos envolvidos aqui, o que poderá ser um pouco trabalhoso, mas você não precisa fazer tudo de uma vez. Veja aqui o processo passo a passo, que pode ser repetido com múltiplas lojas online:

  • Duplique seu tema.Acesse Admin > Temas e clique em “Exportar Tema”. Em seguida, faça o upload dele à sua nova loja virtual.
  • Duplique seus produtos.Acesse Admin > Produtos, clique em “Exportar” e selecione “Exportar Tudo”. Com essa opção, presume-se que você queira exibir todos os seus produtos no seu segundo site (caso contrário, é possível optar por duplicar apenas alguns produtos). Então, importe-os à sua nova loja online.
  • Regionalize seus preços.Talvez seja necessário atualizar seus preços na segunda loja virtual, dependendo da região. Após importá-los na etapa anterior, você pode ajustar os preços na segunda loja online, através do painel administrativo ou pelo CSV, caso haja muitos produtos.
  • Regionalize suas configurações gerais.Em sua nova loja online regional, revise as configurações gerais (endereço, telefone, etc.), moeda e fuso horário, e certifique-se de que todas elas estejam definidas da forma como você deseja.
  • Migre todo o conteúdo da sua página.Não existe atalho ou exportação aqui. Para levar o conteúdo da sua loja online original à sua nova loja virtual regional, abra os sites e deixe-os lado a lado.
    • Em seguida, clique em Páginas e siga até o final da lista, alterando para o modo HTML. Copie e cole o conteúdo no novo site. (Copiar em modo HTML garante que as páginas fiquem idênticas.)
    • Após a migração, para evitar ser penalizado pelo Google, certifique-se de implementar a tag hreflang, como descrito pelo Google aqui. Hreflang é uma tag que você pode adicionar a cada página dos seus respectivos sites (adicione-a ao liquid na seção <head> para garantir que ela fique em todas as páginas), a qual informa ao Google que seus sites estão conectados. Em outras palavras, a tag hreflang é necessária para garantir que o Google compreenda que seu site canadense é voltado aos clientes canadenses, e que seu site norte-americano é destinado aos clientes dos Estados Unidos – sem que você seja penalizado por manter dois sites semelhantes. Não pule esta etapa. Confira um ótimo artigo que explica sua implementação.
  • Regionalize o conteúdo da sua página e certifique-se de que os links para sua loja virtual sejam todos links locais.Você poderá regionalizar o idioma (da grafia norte-americana à grafia britânica, por exemplo), alterar os dados da sua página de contato e garantir que todos os links internos estejam apontando corretamente à sua nova loja online.
    • Por exemplo, se você possuir um link interno à sua página de Contato apontando para sualoja.com/páginas/contato, será necessário atualizar esse endereço ao copiá-lo, para que ele não aponte para seu site principal – mas, ao invés disso, faça o direcionamento à sua nova página de contato.
    • Como regra geral, vale a pena utilizar URLs relativas, o que significa remover a parte “principal” da sua URL – defina o link como /páginas/contato, ao invés de sualoja.com/páginas/contato.
  • Reinstale e reconfigure quaisquer apps em sua segunda loja virtual.
  • Conecte seus gateways de pagamento ao Google Analytics, para que você possa monitorar o tráfego.

4. Utilize um Redirecionador de IP para Direcionar o Tráfego

Agora que você se tornará multinacional, deverá utilizar um app de redirecionamento de IP, como nosso app Country Selector, para identificar a localização dos seus visitantes e direcioná-los à loja virtual certa.

Por exemplo, se um cliente canadense visitar sua loja norte-americana, você poderá lhe mostrar uma mensagem dizendo o seguinte: “Parece que você está no Canadá. Deseja visitar nossa loja online canadense para visualizar os preços na sua moeda local e conseguir fretes mais baratos?”. Você pode fazer isso por meio de um pop-up ou em uma barra superior – ou, ainda, simplesmente direcioná-los automaticamente à sua loja canadense.

Redirecionamento de IP

5. Atualize o Search Console do Google

Você também deve escolher, no Search Console, do Google, o país que deseja segmentar. Para saber exatamente como fazer isso, confira as recomendações do Google aqui. Parece um pouco complexo, mas deverá levar apenas alguns minutos para fazê-lo. Você verá algo parecido com isto, o que lhe permitirá definir o país.

Google Search Console

6. Apare as Arestas

Esta última etapa dependerá da sua situação particular. Poderá haver outras áreas para testar e verificar. Algumas mais comuns são:

  • Se você estiver executando anúncios pagos a partir do Facebook ou Google Adwords, deverá criar novos códigos de rastreamento para as lojas online exclusivas e suas campanhas publicitárias correspondentes.
  • Crie um perfil separado no Google Analytics.
  • Monte uma campanha de e-mail aos seus clientes, informando-lhes que você abrirá uma nova loja online Se você conseguir ser sofisticado, melhor ainda. Por exemplo, filtre sua lista de e-mails apenas para clientes canadenses, e envie-lhes uma campanha específica para informar que você inaugurará uma loja virtual canadense especialmente para eles.
  • Se você estiver fazendo uso de uma empresa de envio ou processamento, converse com eles para estabelecer uma presença local e crie taxas de frete correspondentes em sua nova loja no Shopify.
  • Se você utiliza um software de atendimento ao cliente, como o Zendesk, talvez será preciso conectá-lo à sua nova loja virtual e criar algumas novas regras para poder identificar a região de origem do cliente.
  • A partir daí, sua nova loja virtual deverá estar praticamente ajustada. Assim que ativar seu redirecionamento de IPs, você poderá começar a direcionar o tráfego entre as lojas online e ativar sua publicidade.

Exemplos do Mundo Real

Abaixo constam alguns exemplos reais das lojas de alguns dos nossos clientes que observaram um expressivo crescimento com base nesta estratégia.

  • A Shhh Silk Pillowcases possui um site australiano e um norte-americano. Eles oferecem pagamentos em dólares canadenses ou americanos, e possuem controles individuais sobre seus estoques. As taxas locais de frete ajudam a manter todos os tipos de envio acessíveis aos clientes locais, além de ampliar a fidelidade deles a partir de mensagens exclusivas.
  • A acima mencionada Quad Lock Case observou um expressivo crescimento desde o lançamento de unidades no Reino Unido, Europa, Austrália e EUA. Eles estão trabalhando para lançar novas lojas locais no meio de 2016.
  • Quando a Cultiver foi inaugurada nos EUA, eles observaram uma enorme aceitação nas primeiras seis semanas, o que ainda continua ocorrendo, após o lançamento de uma nova loja australiana, seguido pela expansão para mais duas regiões.
  • A Erstwilder fornece informações de frete local e internacional para incentivar upsells.

Perguntas Comuns

Agora, eu seria negligente se não destacasse os pontos negativos e as implicações potenciais de expandir seu site para múltiplas regiões, bem como algumas objeções e perguntas comuns.

Estou pronto para expandir?

Apenas você pode decidir isso, com base na posição da sua empresa e do seu nível de conforto, mas confira algumas orientações:

Você pode estar pronto para a expansão caso:

  • Você sinta que sua empresa está “bem estabelecida”. Isso pode significar que você já está obtendo uma renda integral (ou próximo disso) com seu site. A premissa aqui é que você provavelmente não deve sobrecarregar a si mesmo com custos e gerenciamentos extras até que esteja certo de que seu negócio e seu produto são viáveis. Em outras palavras, nós descobrimos que empresas estabelecidas são ótimas para isso. Como exemplo, a maioria dos clientes com os quais trabalhamos em expansões semelhantes está obtendo $10.000 ou mais por mês em receita.
  • Você possua receita suficiente para sustentar a execução de múltiplas lojas online, mesmo que isso seja apenas um experimento. Se você está vivendo um dia de cada vez e ainda tenta “provar seu conceito”, deverá optar por aguardar até que esteja mais confortável e possua alguma “gordura” no seu fluxo de receita antes de iniciar a expansão. Isso ajuda você a administrar o lado negativo, garantindo que sua empresa não sofra, caso a expansão não obtenha sucesso com a rapidez que você deseja.
  • Você esteja realizando muitas vendas em algum país em particular fora da sua região principal. Por exemplo, caso sua empresa seja focada principalmente nos EUA, mas você esteja vendendo bastante para a Austrália, essa pode ser uma boa indicação de que a abertura de uma loja virtual australiana pode valer a pena.
  • Você venha notando clientes de outras regiões que são muito dedicados, fiéis ou que fazem compras de altos valores. Como no exemplo acima, caso os clientes australianos estejam dispostos a pagar fretes mais altos (e pagar em dólares americanos) para obter seus produtos, é bem provável que, se você oferecer uma opção local, que inclua fretes mais baratos e moeda local, eles ficarão ainda mais dispostos a comprar.

Você não deverá expandir caso:

  • Você ainda continue na fase de “validação do conceito” para sua empresa – e não estiver 100% certo de que há uma necessidade do seu produto no mercado.
  • Você não tenha a disponibilidade para gerenciar múltiplos locais. Por exemplo, se você já trabalha 60 horas por semana por conta própria na sua empresa, há o risco de que, caso você abra uma segunda loja e possua pedidos adicionar para processar, bem como perguntas adicionais dos clientes para responder, etc., seu negócio venha a sofrer. É melhor obter ajuda ou contar com um plano de “sucesso” para aquilo que vier a acontecer, caso sua segunda loja decole.
  • Você não possua receita suficiente para sustentar uma segunda loja virtual, senão, colocará a si mesmo em uma posição financeiramente desconfortável. Os custos aproximados estão indicados acima – caso eles estejam além do que sua situação atual permite, você deverá aguardar até que sua primeira loja online esteja mais estabelecida.

Não será complicado fazer a administração da loja virtual?

Você terá que administrar múltiplos estoques, perguntas de clientes em diferentes regiões (e, potencialmente, diferentes idiomas), além de conteúdo local. Certamente haverá um nível maior de gestão envolvido – porém, caso realizada adequadamente, as receitas e lucros maiores podem facilmente financiar alguma hora extra e/ou uma equipe para ajudá-lo a gerenciar sua micromultinacional recém-revigorada.

Não é mais caro?

Você também poderá precisar de mais uma Assinatura Shopify, bem como múltiplas versões dos apps utilizados e maior tempo de suporte. A pergunta chave aqui é esta: valerá a pena?

Assim como com qualquer app, se você não estiver ganhando dinheiro, descarte. 

Como exemplo, vamos analisar uma loja hipotética no Plano "Pro", atualmente no valor de $79/mês durante a redação deste artigo (confira este link para saber os preços atuais), que executa cinco Apps do Shopify por $10/mês cada, com um produto que rende $25 de lucro. Isso significaria:

  • Uma loja: $79 + (5 x $10) = $129 por mês
  • Duas lojas: $129 x 2 = $258 por mês

Se essa loja virtual vender apenas seis produtos adicionais em um mês, ela ficaria em vantagem. É provável que ela ganhe bem mais, quando seu marketing estiver definido.

Obviamente, esse foi apenas um exemplo – para cada loja online, os planos, apps exigidos, custos e preços dos produtos são diferentes, e sua experiência poderá variar. Porém, o exemplo acima deverá ajudar a mostrar o quão rápido essa medida pode valer a pena como investimento. 

Você pode realizar uma análise de break-even na sua loja virtual para conferir quantos produtos deverá vender para alcançar o ponto de equilíbrio (break-even) na expansão.

O que acontece se não funcionar?

Pela minha experiência, caso você persista, geralmente os resultados serão ótimos – porém, independentemente disso, os riscos são baixos, pois você estará apenas montando uma infraestrutura web. Se você expandir suas operações para um novo país, mas, após dois meses, decidir que o resultado não está bom, poderá facilmente retornar à estratégia original. Aposente a segunda loja virtual e fique apenas com a loja online original.

No geral, haverá mais trabalho envolvido, e também alguns custos adicionais – mas a estratégia poderá proporcionar receitas e lucros extras.

Dado o baixo risco (algumas centenas de dólares, no máximo) e a enorme recompensa potencial, acredito que essa seja uma estratégia da qual muitos empreendedores podem se beneficiar ao considerar. Geralmente levará algumas semanas para ajustar tudo e fazer o lançamento.

Expandir-se online pode ser uma ótima maneira de rapidamente testar novos mercados e experimentar diferentes preços e opções de frete – além de introduzir você a novos mercados, idiomas, bases de clientes e fluxos de receita.

Se você tiver dúvidas específicas, comente abaixo, e eu farei o possível para respondê-las.

Tópicos:

5 comentários

  • Gabriel
    Gabriel
    October 27 2016, 11:59AM

    Ótimo artigo, só acho que faltou abordar um pouco sobre as questões “legais” para se poder vender em outros países.

  • Moisés Dorneles Ferreira
    Moisés Dorneles Ferreira
    September 18 2017, 03:08PM

    Vejo como uma alternativa de aumento nas nossas vendas E-comer-se. Parabéns pela iniciativa.

  • Maria Morais
    Maria Morais
    November 01 2017, 11:00AM

    Boa resposta Gabriel. Isso também e o que eu gostava de ler.

  • Cassiano
    Cassiano
    January 15 2018, 12:12PM

    Olá, muito bom esse artigo de expandir as vendas em outros países mas eu tenho um domínio pago de um site, mas não sei por onde começar. Não quero ter estoque gostaria de trabalhar com estoque do meu fornecedor através de uma API, sincronizar seu estoque para o meu site e colocar o preço com uma margem de lucro. Tem como fazer um site nesse formato? Vocês tem como me ajudar nessa questão?

  • MARCELO DE OLIVEIRA
    MARCELO DE OLIVEIRA
    January 29 2018, 09:08PM

    Boas informações, mas faltou um pouco mais sobre a logistica, o grande gargalo da exportação. Alguém sabe dizer se tem alguma empresa que faz o trabalho de guardar o estoque e enviar aos clientes locais de acordo com os pedidos? Tipo centro de distribuição? ia ser bom de mais rsrs

Deixe um comentário ...

Comece já o seu teste grátis de 14 dias.