9 Formas Simples de Escrever Descrições de Produtos que Vendem

9 Formas Simples de Escrever Descrições de Produtos que Vendem

Escrever Descrições de Produtos

É um erro fácil de cometer.

Até mesmo redatores profissionais às vezes o cometem: escrever descrições de produtos que simplesmente descrevem seus produtos.

Por que é errado? Porque as descrições precisam vender seus produtos.

Vamos conferir nove formas simples de persuadir seus visitantes através de descrições de produtos que vendem.

1. Foque no Comprador Ideal

Quando você escreve uma descrição de produto pensando em uma grande variedade de compradores, suas descrições se tornam sem personalidade e você acaba não se comunicando com ninguém.

As melhores descrições de produto se comunicam com o comprador ideal de forma direta e pessoal. Você faz e responde perguntas como se estivesse em um bate-papo com eles. Você escolhe as palavras que seu comprador ideal utiliza. Você usa a palavra você.

É desta forma que a Think Geek inicia a descrição uma Lanterna LED:

Você sabe o que é horrível com as lanternas comuns? Elas vêm em somente duas cores: branca ou aquele branco amarelado que mais parece o dente de um tomador ávido de café. Qual a graça desse tipo de lanterna? Nós respondemos: NENHUMA. Você sabe o que é divertido? Usar a Lanterna LED Multicores para dar um brilho verde meio doentio no seu rosto enquanto conta uma história de zumbis em volta de uma fogueira. Sem fogueira? Crie uma falsa com a luz laranja!

Para escrever as descrições dos seus próprios produtos, comece imaginando seu comprador ideal. Qual tipo de humor eles apreciam (se houver algum)? Quais termos eles usam? Quais palavras eles odeiam? Eles toleram palavras como horrível e podre? Quais perguntas que eles fazem as quais você deveria responder?

Pense em como você falaria com seu comprador ideal se estivesse vendendo seus produtos na loja, pessoalmente. Agora tente incorporar essa linguagem ao seu site, para que você possa ter uma conversa online semelhante, que proporcione uma identificação maior.

2. Seduza com Benefícios

Quando vendemos nossos próprios produtos, ficamos animados com suas funcionalidades e especificações. Vivemos e respiramos nossa empresa, nosso site e nossos produtos.

O problema é que nossos compradores em potencial não estão interessados em funcionalidades e especificações triviais – eles querem saber quais serão as vantagens para eles próprios. Por isso que você precisa destacar os benefícios de cada característica.

É desta forma que a Method Home descreve um gel para lavar as mãos:

Descrições de Produtos

Às vezes, o aroma de sabonetes sazonais para as mãos é tudo o que precisamos para despertar nosso clima de feriado. Disponível em uma grande variedade de fragrâncias festivas, nosso sabonete natural para as mãos irá deixá-las macias, limpas e prontas para ser inseridas dentro de um par de luvas. É realmente a época mais incrível do ano.

A Method Home sugere que os benefícios do sabonete não são somente deixar suas mãos macias e limpas; ele é ainda capaz de despertar seu clima de feriado, transformando este em um momento mais festivo e, por consequência, mais prazeroso.

Considere os benefícios de cada característica. Como seu produto torna os clientes mais felizes, saudáveis ou produtivos? Quais problemas, falhas e aborrecimentos seu produto ajuda a resolver?

Não venda somente um produto, venda uma experiência.

3. Evite Frases Tá Bom, Tá Bom

Quando estamos travados com palavras e não sabemos o que mais incluir na descrição do nosso produto, frequentemente inserimos algo genérico como "produto de ótima qualidade".

Essa é uma frase tá bom, tá bom. Assim que um comprador em potencial lê “produto de ótima qualidade”, ele pensa: “tá bom, tá bom, claro; todo mundo diz isso”. Já viu alguém descrever a qualidade dos seus produtos como mediana, não muito boa, ou até mesmo ruim?

Você se torna menos persuasivo quando seu comprador em potencial lê a descrição do seu produto e começa a dizer “tá bom, tá bom” para si próprio. Para evitar essa reação, seja o mais específico possível. A Zappos, por exemplo, não descreve a qualidade de um par de tênis como excelente. Em vez disso, ela informa cada detalhe técnico, junto do seu benefício:

Nenhum dos pontos acima menciona diretamente a qualidade do produto, mas cada um deles deixa uma impressão de qualidade. Eles também seguem um padrão simples: o destaque de uma característica mais um benefício:

montagem com costura genuinamente à mão (característica) >> conforto com durabilidade (benefício)

Os detalhes do produto geram credibilidade. E vendem seu produto. Nunca inclua muitos detalhes técnicos nas descrições. Seja específico.

4. Justifique com Superlativos

Os superlativos soam falsos, a menos que você prove com clareza o porquê do seu produto ser o melhor, o mais simples ou o mais avançado.

O termo “patenteado” dá ao leitor a impressão de que o produto é realmente especial. A Amazon ainda indica algumas porcentagens para demonstrar por que o Paperwhite possui melhor contraste e incrível resolução; além de oferecer um benefício matador: “Até na luz do sol, o Paperwhite exibe textos claros e nítidos, além de imagens sem claridade”.

Se o seu produto for mesmo o melhor, indique provas específicas dos motivos. Senão, deixe seu texto mais sutil ou mencione algum cliente que diz que seu produto é o mais incrível que ele já usou na vida.

5. Apele à Imaginação dos Leitores

Pesquisas científicas provaram que o desejo das pessoas de possuir algum produto aumenta quando eles o seguram em suas mãos.

Você está vendendo online, então seus visitantes não podem segurar seus produtos. Imagens grandes e nítidas ou vídeos podem ajudar, mas existe um truque de redação para aumentar o desejo: deixe seu leitor imaginar como seria ter o seu produto.

Veja como a Think Geek aguça sua imaginação com a descrição de uma grelha multifunções:

Existe alguém que é o herói de todo churrasco de família, e ele é o Mestre da Grelha. Sempre admiramos nossa Mãe ou Pai por cuidarem da grelha e esperamos pelo dia em que pudéssemos ficar encarregados de assar a carne e tostar deliciosas fatias de abacaxis frescos. Agora que somos adultos, finalmente chegou a nossa vez, e a tecnologia sorriu para nós, oferecendo uma ferramenta destinada a impressionar.

Para praticar essa técnica de redação, comece uma frase com a palavra imagine, e termine a frase (ou parágrafo) explicando como seu leitor irá se sentir ao adquirir e utilizar seu produto.

6. Corte Barreiras Emocionais com Mini-Histórias

Incluir mini-histórias nas descrições dos seus produtos ajuda a diminuir barreiras racionais contra técnicas de persuasão. Em outras palavras, nós acabamos nos esquecendo de que algo nos está sendo oferecido.

Vendedores de vinho, como a britânica Laithwaites, geralmente incluem pequenos contos sobre produtores de vinho:

A família Dauré é dona de uma das maiores propriedades de Roussillon, a Château de Jau. Em volta da mesa de jantar, em uma noite de Natal, eles concordaram que era hora de abrir as asas e buscar novos horizontes quanto ao vinho. As mulheres da família (Las Niñas) gostavam do Chile e finalmente ganharam, alcançando seus sonhos ao estabelecer uma propriedade no Apalta Valley de Colchagua. As terras são excelentes e estão muito próximas da adega Montes, a grande estrela do Chile.

Ao contar uma história sobre seus produtos, pergunte-se:

  • Quem os está produzindo?
  • O que inspirou a criação dos produtos?
  • Quais obstáculos foram superados para criar os produtos?
  • Como os produtos foram testados?

7. Seduza com Palavras Sensoriais

Os restaurantes já sabem disto há tempos: as palavras sensoriais aumentam as vendas, pois estimulam o poder de processamento do cérebro. Eis um exemplo da produtora de chocolates Green and Black:

Os adjetivos sensoriais da Green and Black não se referem apenas ao paladar, mas também ao som e ao toque: crocante e suave.

Adjetivos são termos complexos. Geralmente eles não incluem nenhum significado às suas frases, sendo melhor eliminá-los. No entanto, adjetivos sensoriais são palavras poderosas, pois fazem com que o leitor sinta seu texto durante a leitura.

Fascine seus leitores com descrições vívidas de produtos. Pense em palavras como aveludado, suave, crocante e brilhante.

8. Estimule com Provas Sociais

Quando seus visitantes estão inseguros sobre qual produto comprar, eles buscam por sugestões. Eles geralmente são influenciados a comprar algo a partir de um grande número de avaliações positivas. Porém, existem outras formas de inserir provas sociais nas descrições dos seus produtos.

A loja de móveis Made.com dá a dica sobre a popularidade de um produto:

Incluir a imagem de uma pessoa adiciona credibilidade a uma citação; ela também torna uma empresa online mais pessoal e acessível, estimulando os clientes a ligar e obter as respostas para suas dúvidas.

A citação acima possui um impacto adicional, pois descreve o produto como sendo popular. A alegação de popularidade é reforçada a partir de um recorte da imprensa e também da frase “favorito da imprensa”.

A maioria dos compradores sente-se atraída a comprar algo popular. Quanto ao seu site, destaque os produtos que sejam os favoritos dos clientes.

9. Deixe Sua Descrição Legível

Seu web design incentiva os visitantes a ler as descrições dos seus produtos?

Veja um ótimo exemplo de descrição de produto da Innocent Drinks:

Envolver as descrições dos seus produtos em um design limpo e legível facilita sua leitura e os torna mais atraentes aos clientes em potencial.  

Veja algumas áreas para focar quando estiver desenvolvendo as descrições:

  • Seduza os visitantes com títulos;
  • Utilize bullet points de fácil leitura;
  • Deixe bastante espaço em branco;
  • Aumente o tamanho da fonte, para melhorar a legibilidade.

Como Escrever Descrições Atrativas de Produtos

Compartilhe seu conhecimento sobre seus produtos. Conte histórias e explique até mesmo os mínimos detalhes. Esforce-se para não ser tedioso e, ao invés disso, encante seus visitantes com descrições sedutoras. Acima de tudo, escreva com entusiasmo, pois sua paixão pelos seus produtos é contagiante.

Tópicos:

5 comentários

  • Ivaneto Barbosa Dantas
    Ivaneto Barbosa Dantas
    June 28 2017, 08:44AM

    Informações enriquecedoras, principalmente para quem está iniciando no E-comércio.

  • @Shopify Gabriela Jungblut
    Gabriela Jungblut
    June 30 2017, 10:36AM

    Obrigada, Ivaneto!

  • Mauricio D Souza
    Mauricio D Souza
    June 30 2017, 07:02PM

    São excelentes dicas, valiosas e devem ser usadas para alavancar as vendas, valorizando também os produtos e passando confiança para o cliente, parabéns.

  • Odair Jose Kwitschal
    Odair Jose Kwitschal
    July 01 2017, 05:58PM

    Muito bom este artigo, fala sem rodeios e que nos ajuda a ter mais imaginação para nossas descrições.
    Obrigado.

  • Raimundo Macedo da Silva
    Raimundo Macedo da Silva
    July 12 2017, 12:15PM

    A gente vive pra aprender, lendo este documento vi que tenho muito que aprender para poder levar minha loja virtual a um patamar de igualdade com os que vendem.

    Gostei do conteúdo, muito interessante e vou colocar em pratica pra ver se o resultado muda pra melhor. Valeu!!

Deixe um comentário ...

Comece já o seu teste grátis de 14 dias.