Blogs da Shopify

Marketing no Snapchat: Como Descobrir e Engajar Fãs

Falar sobre casos de uso corporativo para o Snapchat pode deixar algumas pessoas curiosas – seja por puro ceticismo ou grande interesse.

A prova social pública que você obtém ao reunir dezenas de milhares de curtidas em uma página do Facebook, ou de seguidores no Twitter, pode contribuir enormemente e fazer sua marca se tornar mais legítima.

Porém, o Snapchat, devido à sua natureza, não é muito bom nisso.

Em vez de criar um enorme número de seguidores, o Snapchat permite que você se engaje com uma comunidade menor composta por seus maiores fãs – pessoas que estão verdadeiramente interessadas pelo que você faz.

Esses fãs são mais valiosos, não apenas porque um cliente atual possui entre 60-70% mais chances de fazer uma compra do que um cliente novo, mas porque essas pessoas possuem maior probabilidade de se tornar defensoras da sua marca.

Porém, o potencial de marketing do Snapchat provavelmente representará um quadro melhor quando pintado com números:

  • Existem mais de 100 milhões de usuários diários na plataforma.
  • Mais de 5 bilhões de visualizações de vídeos acontecem diariamente no Snapchat.
  • De acordo com a ComScore, 11% da população digital norte-americana pode ser encontrada no Snapchat.
  • 71% dos usuários do Snapchat têm menos de 34 anos (são muitos “millennials”).
  • 30% dos usuários norte-americanos "millennials"utilizam o Snapchat regularmente.

Se você não conhece, o Snapchat é uma plataforma de compartilhamento de fotos e vídeos autênticos com "destruição automática" logo após as visualizações, através de um canal cada vez mais popular entre os “millennials” da atualidade.

Posso Mesmo Usar o Snapchat Para Marketing?

O Snapchat não é exatamente uma rede social, nem mesmo um app de comunicação por mensagens. Ele também não parece ser muito voltado ao marketing, pelo menos à primeira vista.

Por esse motivo, muitas pessoas “não o compreendem” ou acreditam que ele seja “apenas para jovens que não possuem poder de compra”.

Porém, os aparentes defeitos do Snapchat – como conteúdo de curto prazo compartilhado em uma escala relativamente limitada – também são seus maiores pontos fortes.

Os “jardins murados” do Snapchat atraem apenas seus seguidores mais engajados, provocando neles o medo de ficar de fora e criando um relacionamento autêntico como nenhuma outra plataforma é capaz.

Gary Vaynerchuk, grande partidário do Snapchat, explica melhor:

 

"Não se trata de quantos seguidores você possui, mas de quantos deles se importam. Não se trata de largura, mas de profundidade. Não se trata de quantas impressões você obtém, mas de quanta atenção você recebe."

 

Caso você ainda esteja cético, vamos conferir algumas histórias de sucesso no Snapchat antes de falarmos sobre como é possível alavancar a plataforma para criar sua própria marca e também sua base de fãs.

O Curioso Caso de Sucesso do Marketing de Conteúdo do DJ Khaled

 

Durante o final de 2015, o ícone do hip hop e empresário DJ Khaled provou que a presença ativa no Snapchat pode ser muito importante na construção de relacionamentos com seus maiores fãs.

Os “snaps” dele eram divertidos e provocativos, além de oferecer um panorama dos bastidores do seu estilo de vida.

Mas não para por aí.

Com seus seguidores falando cada vez mais sobre todas as coisas bacanas acontecendo no @DJKhaled305, mais fãs começaram a segui-lo para embarcar na chamada “jornada de mais sucesso” do filósofo de Snapchat.

O Google Trends revelou uma correlação entre o início da presença do DJ Khaled no Snapchat e o aumento da sua popularidade. O pico mais forte revela o período em que ele viralizou.



Sob a luz dos holofotes, o DJ Khaled começou a compartilhar produtos da sua própria linha de roupas e também a promover sua loja virtual chamada WeTheBest. Ele até mesmo aproveitou a oportunidade para patrocinar produtos vendidos por amigos e outras pessoas da sua rede.

A apresentação dos produtos de Khaled em um contexto tão autêntico e simples lhes proporcionou um apelo que seria perdido em um post do Facebook ou anúncio do Google. 

Khaled não é o único que vem obtendo sucesso na plataforma. A Taco Bell é outra marca que, através de conteúdos criativos, tem alcançado um público maior de “millennials” altamente engajados.

Taco Bell Atinge “Millennials” Com Obras-Primas Criativas

O Taco Bell foi uma das primeiras empresas no Snapchat, de acordo com a AdWeek, conseguindo reunir mais de 200.000 seguidores desde então.

A plataforma faz todo o sentido à marca, apesar do "marketing no escuro", pois lhe permite alcançar um público altamente relevante com uma ampla variedade de pequenos conteúdos criativos.

O exemplo abaixo representa um “snap” de uma história do Taco Bell, na qual é pedido aos visitantes para que pintem a figura através da função “doodle” do Snapchat. Os usuários podem fazer uma captura de tela, completar a atividade e talvez até mesmo compartilhar o produto final em outros canais.

A natureza passageira do conteúdo da plataforma incentiva os seguidores a voltar sempre, e, como não são esperadas grandes produções (além de os “snaps” exigirem muito pouco tempo para ser criados), você poderá produzir diversos conteúdos diariamente sem esforço. 

Começando no Snapchat

O Snapchat não é tão amigável aos novatos quanto outros apps, provável motivo pelo qual muitas pessoas o abandonam antes mesmo de tentar entender completamente seus recursos.

Afinal, qual o motivo para fazer parte de um canal extremamente parecido com o Instagram? Porque, diferentemente do Instagram:

  • O conteúdo expira no Snapchat, portanto, não existe um “feed” tradicional que exiba seu histórico no Snapchat, o que adiciona um senso de urgência ao consumo de conteúdo.
  • O Snapchat possui opções criativas de edição que lhe permitem não apenas adicionar lentes de reconhecimento facial em vídeos e filtros com base em localização, velocidade e tempo, mas também desenhar nos seus “snaps”, incluir emojis, conteúdo textual e mais.
  • Você pode enviar “snaps” para seguidores específicos ou fazer curadoria de uma “história”com múltiplas fotos/vídeos que seus seguidores podem visualizar antes da sua expiração em 24 horas.
  • Você pode se comunicar particularmente através do messenger, através de texto ou de um chat de vídeo ao vivo muito mais intuitivo e intimista que o Instagram Direct.
  • O baixo limite de qualidade inerente mantém o Snapchat autêntico, colocando mais foco no compartilhamento de ideias e momentos criativos, ao invés de tentar transparecer algo "digno de Instagram " a todo momento.

 

O Snapchat permite que você tenha a possibilidade de compartilhar “snaps” exclusivos e criativos exclusivamente com seus fãs mais fiéis, dos tipos:

  • Conteúdo “um dia na vida”, como fotos engraçadas, selfies, momentos divertidos e um panorama sobre a cultura da sua empresa ou o processo de criação dos seus produtos.
  • Conteúdo “como fazer”, que ensine algo novo ao seu público, ao mesmo tempo que ostenta seus conhecimentos.
  • Teasers de um produto a ser lançado, para criar empolgação e fazer com que os seguidores sintam que estão “por dentro”.
  • Inserções de produto, que lhes permitem conferir seus itens no mundo real. (Você também pode contar com a participação de influenciadores do Snapchat.)
  • Coberturas de eventos, que podem ser enviadas em forma de história.
  • Códigos promocionais exclusivos, que podem ser compartilhados com seus próprios seguidores ou enviados a um influenciador do Snapchat, para que ele compartilhe com seu público.
  • Detalhes de algum concurso, para atrair o envio de conteúdos gerados por outros usuários do Snapchat.
  • E a lista continua...

Porém, antes de ficar animado para começar a enviar milhares de “snaps”, você deverá superar o primeiro e maior obstáculo na utilização da plataforma.

Reunindo Seguidores no Snapchat

Serei completamente sincero: atrair seguidores no Snapchat é muito mais difícil do que fazê-lo nas outras redes sociais tradicionais.

Basicamente, você sacrificará o conhecimento da marca e a capacidade de criar rapidamente um enorme grupo de seguidores, em favor de um público mais ativo e engajado.

Imagine um muro ao redor da plataforma. No começo, ela não será muito convidativa.

Então, você ouve falar que muitas coisas bacanas estão acontecendo do outro lado, e a única maneira de fazer parte de tudo isso é pulando o muro.

Alguns poderão não dar atenção, mas aqueles que desejam permanecer junto a você, do outro lado, serão seus fãs mais interessados. Esses são os seguidores mais valiosos que você pode esperar atrair.

Como não existe forma simples para seu público fazer um “retweet” ou “compartilhar” seu conteúdo, você precisará ser criativo nas formas pelas quais divulgará as novidades e construirá sua base de seguidores.

Você deverá divulgar sua presença no Snapchat externamente ao Snapchat.

Divulgue seu “snapcode” ou nome de usuário nos seus perfis de redes sociais

Assim como no Twitter ou Instagram, as pessoas poderão segui-lo quando descobrirem sua identificação exclusiva. Portanto, compartilhe seu endereço nas redes sociais ou o adicione às suas informações biográficas.

Melhor ainda, toda conta do Snapchat possui um “snapcode” único que permite que outras pessoas o adicionem simplesmente através de um “snap” dele. Você pode transformar seu “snapcode “ na sua foto de perfil por um curto período, para chamar a atenção sobre sua presença no Snapchat. Ou pode compartilhá-lo em forma de publicação com imagem, junto a um pedido para que outros “snapchatters” sigam seu perfil.

Baixe seu "snapcode" aqui e o insira em um lugar visível ao seu público.

Adicione contatos do seu celular ou utilize a função "Adicionar por Proximidade" nos eventos

Se os contatos da sua agenda estiverem no Snapchat, você poderá começar adicionando eles, assim como poderia fazer no Twitter. Provavelmente, essas são as pessoas que o conhecem ou que interagiram com você pessoalmente.

Caso esteja em algum evento ou conferência, ou próximo a um público em potencial, você poderá incentivar as pessoas a adicioná-lo no Snapchat via Wi-Fi.

Você pode encontrar essas opções na seção “Adicionar Amigos” do seu perfil, a qual é possível acessar através do toque no ícone do fantasma, exibido na primeira inicialização do app.

 



Faça o download e dissemine seus “snaps”

Essa atitude é imprescindível, caso você possua uma presença online estabelecida em qualquer outro lugar que seja possível aproveitar.

Isso não apenas o ajudará a promover sua presença no Snapchat, como lhe permitirá hospedar permanentemente alguns dos “snaps” em outros canais, com o objetivo de fortalecer a participação do Snapchat no seu mix de marketing de conteúdo.

Como o conteúdo do Snapchat é facilmente reconhecível por outros “snapchatters”, até mesmo em outros canais, trata-se de uma ótima maneira de oferecer uma pitada daquilo que as pessoas poderão esperar caso sigam você.

Salve e compartilhe seus melhores “snaps” no Twitter, Facebook e Instagram – onde você puder. Apenas porque o conteúdo não dura muito no Snapchat, isso não significa que ele não possa se tornar vitalício em outro local. 

Aproxime-se de influenciadores do Snapchat

Como a maioria dos canais, o Snapchat também conta com influenciadores que já possuem muitos seguidores.

Estrelas do Vine, vloggers do YouTube e outras celebridades da internet estão adotando o Snapchat como forma de complementar seu principal mecanismo de conteúdo, oferecendo aos fãs uma forma mais íntima de segui-los.

Aproxime-se desses influenciadores relacionados à sua marca e siga as mesmas táticas que você utilizaria em outros canais. Além de lhes enviar amostras de produtos, no objetivo de tentar e talvez conseguir ser destacado em uma “história” do Snapchat, veja se você consegue atraí-los para compartilhar um código promocional exclusivo ou recomendar que os seguidores deles também sigam você.

Como Medir Seu Sucesso no Snapchat

A verdade é que você ficará um pouco limitado na hora de medir seu sucesso no Snapchat. 

O Snapchat possui três “métricas” principais que não lhe fornecem o tipo de insight com o qual você está acostumado nos outros canais:

  • Visualizações são mais ativas aqui do que na maioria dos outros canais, e, por isso, mais valiosas como métrica.
  • Capturas de tela lhe informam quando alguém salvou seus “snaps” para visualizar depois.
  • Replays avisam você quando as pessoas reproduziram seu “snap” novamente, seja porque desejavam curti-lo mais uma vez ou porque não o viram na primeira vez.

Você poderá ver especificamente quem, entre seus seguidores, visualizou cada “snap” da sua “história”, o que oferece bons insights a respeito de quem são seus maiores fãs. 

E, embora não seja possível gerar cliques externos através do Snapchat, você poderá tentar incluir URLs encurtadas nas suas legendas, monitoráveis a partir do site bit.ly e de outros serviços, ou utilizar códigos promocionais específicos do Snapchat, para resultados mais mensuráveis.

Porém, é basicamente isso. Na maior parte, você estará de olhos vendados.

Entretanto, o nível de engajamento consistente que você pode conquistar é surreal, quando os seguidores “clicarem" para visualizar seus “snaps” e devorarem suas “histórias”.  

DJ Khaled compartilhou uma imagem da incrível quantidade de visualizações e capturas de tela que seus “snaps” estão obtendo.

Mesmo que você nunca observe números parecidos, lembre-se de que 200 visualizações no Snapchat valem muito mais do que no YouTube, em termos da atenção ativa que seu conteúdo está recebendo.

Snapchat: Onde a Autenticidade Prospera

Em todas as suas formas, o marketing de conteúdo é normalmente uma “partida” de longo prazo, e a forma de vencê-la é através da autenticidade.

Você pode começar um blog ou publicar fotos no Tumblr, ou ainda fazer muitas outras coisas para manter um número grande de seguidores em outros lugares. Porém, se você souber que existem pessoas que são fãs da sua marca, considere dar um passo à frente através do Snapchat.

Pois qualquer pessoa disposta a escalar o muro e se juntar a você do outro lado, no Snapchat, é certamente muito mais engajada do que alguém que seguiu você na esperança de ser seguido em contrapartida.

E não se esqueça: o Snapchat ainda está em fase de experiência, testando conteúdos patrocinados, na sua seção de notícias chamada “Discover”, bem como anúncios “3V”, para ajudar na divulgação das marcas na rede social, sem comprometer a integridade da plataforma. Ainda há um enorme potencial de marketing a ser explorado aqui. 

Agora, vamos lhe passar a palavra. O que você acha das oportunidades de marketing no Snapchat? Você acredita que esses apps de mensagens terão espaço no futuro do marketing?

Compartilhe suas impressões nos comentários abaixo!
Tópicos: