8 dicas para conseguir mais assinantes no YouTube

8 dicas para conseguir mais assinantes no YouTube

how to get more subscribers on youtube

Hoje, o YouTube conta com mais de um bilhão de usuários ativos – um número altíssimo, que contabiliza cerca de 1/7 da população mundial.

Se você tem um canal no YouTube, deve saber que o segredo para ter um público cativo está em como transformar um visitante irregular em um assinante.

Mas não basta apenas ter um alto número de assinantes: é necessário que eles se envolvam com os conteúdos criados, assistindo e compartilhando regularmente os novos vídeos que são publicados.

Veja abaixo algumas dicas que podem ser extremamente úteis para captar novos assinantes na plataforma de vídeo mais poderosa do mundo. Atenção: elas funcionam para empresas ou lojas que usam a plataforma para fins comerciais e também para aquelas pessoas que simplesmente gostam de compartilhar ideias por meio de vídeos.

Transmita consistência

O segredo para ter um canal de sucesso no YouTube – na verdade, o segredo para construir qualquer tipo de público – é ter consistência.

É extremamente importante que o conteúdo publicado no seu canal tenha um tema ou aspecto recorrente, tais como o formato, o assunto ou o nicho para ou sobre o qual você está falando. Contudo, isso também precisa estar nítido para os seus assinantes. Isso significa, pura e simplesmente, que você precisa construir uma marca para o seu canal do YouTube.

A verdade é que os usuários do YouTube não têm tempo para descobrir a sua mensagem e a identidade do seu canal. Além disso, é importante destacar que esses usuários não assinam um canal por conta do vídeo que acabaram de assistir – mas sim porque esperam assistir novos conteúdos de natureza similar.

Até mesmo aqueles YouTubers que não aparentam ter um “nicho” específico, como o Whinderson Nunes ou o Felipe Neto, criaram um conteúdo consistente e uma marca bem definida. Hoje, os dois são celebridades dentro da plataforma e passaram a criar vídeos inesperados e que não necessariamente seguem um mesmo padrão.

Se você ainda está desbravando essa plataforma, é importante determinar o tema e a mensagem do seu canal – e comunicá-la de maneira direta e honesta.

Não sabe bem como fazer isso? É só continuar a leitura.

1. Crie um “trailer”

Vários canais do YouTube contam com um trailer do canal situado no topo da página, que começa a ser reproduzido automaticamente assim que um visitante acessa o canal.

Esse “trailer” pode ser direcionado para visitantes que ainda não são assinantes do seu canal – por isso, certifique-se de usar esses poucos segundos para transmitir a sua mensagem e a sua marca.

A grande vantagem do trailer é que você pode construí-lo a partir de cenas ou momentos de vídeos anteriores, criando um novo conteúdo exclusivo para um público específico.

Um ótimo exemplo está no canal da Raiza Costa, o Dulce Delight Brasil. Em menos de um minuto, o trailer mostra o foco do canal (culinária), o tom (engraçado e descontraído) e a personalidade (paixão por chocolate e doces).

2. Pense em um pitch para o seu canal

O elevator pitch é um recurso bastante desvalorizado, mas que pode se mostrar imensamente relevante para empreendedores, freelancers ou criadores.

E também para os YouTubers.

O pitch pode ser usado na seção Sobre nós da sua página, na introdução ou nos momentos finais do seu vídeo ou em qualquer outra situação na qual seja necessário comunicar a identidade do seu canal.

A maioria dos YouTubers termina os seus vídeos com frases prontas do tipo “Se você gostou do vídeo, curta a nossa página, deixe um comentário e assine o nosso canal!”. Mas é possível melhorar essa experiência e criar um pitch sobre o conteúdo que ainda está por vir – e não sobre aquele que acabou de ser exibido.

O pitch pode ser curto e simples: Eu publico vídeos de [temas dos seus vídeos] todas as [dia da semana]. Outra opção é mostrar um pequeno teaser do que está por vir. Esses poucos segundos capturarão a essência do seu canal e darão aos visitantes um motivo palpável para se tornarem assinantes.

3. Desenvolva um visual consistente para as miniaturas de vídeo

Quando se trata de cativar pessoas, as miniaturas de vídeo costumam ser mais atraentes do que os títulos.

Contudo, é importante que os dois apresentem certa consistência – afinal, são esses pequenos detalhes que fazem com que o canal seja coerente e tenha uma aparência profissional.

Por mais que seja possível escolher entre modelos já prontos do YouTube para miniaturas, um design exclusivo e próprio certamente passará uma mensagem diferenciada para os assinantes.

Uma opção é o Canva, uma ferramenta gratuita (disponível em português) que permite criar miniaturas personalizadas para os seus vídeos do YouTube. Com ela, é possível criar uma identidade visual consistente em todos os vídeos – algo que será facilmente notado pelos assinantes e visitantes.

A diferença é gritante: as miniaturas conseguem despertar a curiosidade dos visitantes e ajudam a comunicar a mensagem do vídeo – e também do seu canal.

Dulce Delight Brasil ShopifyFonte: Dulce Delight Brasil

Pense além do seu canal do YouTube

Não é raro que os criadores de conteúdo acabem perdendo o controle de fatores externos, como a distribuição de vídeos: afinal, como alguém poderá assistir o seu conteúdo se ele não for anunciado corretamente? Por mais que o YouTube sempre consiga atrair alguns visitantes para o seu canal, pode ser interessante procurar futuros fãs em outros locais – até mesmo fora da plataforma do YouTube.


Você tem uma ideia de negócios?

Comece o seu teste grátis de 14 dias da Shopify hoje mesmo, sem precisar de cartão de crédito!


4. Faça parcerias e colaborações com YouTubers focados em públicos como o seu

As colaborações não são incomuns no YouTube – e são uma ótima maneira de descobrir um novo público.

Uma opção é entrar em contato com um YouTuber que você já conhece ou com quem gostaria de trabalhar e sugerir uma promoção cruzada. Uma abordagem muito comum é se organizar para que o parceiro apareça em um dos seus vídeos e vice-versa, de modo que os dois sejam expostos a novos públicos.

Veja abaixo um exemplo de uma parceria entre as YouTubers de maquiagem Alice Salazar e Mari Maria. Esses dois canais têm como tema os tutoriais e dicas de maquiagem, e os dois oferecem o mesmo tipo de entretenimento – de modo que acabaram criando a receita de sucesso para uma parceria ideal.

5. Aproveite a moda da vez, mas não faça disso uma regra.

Um dos braços da sua estratégia de ação no YouTube pode – e deve – incluir a realização de vídeos que abordem temas que estão em alta, pois já existe um público interessado.

Um vídeo sobre uma tendência ou uma celebridade que está dando o que falar podem ser ótimas ferramentas para captar novos visitantes e assinantes. Contudo, é importante notar que esse tipo de conteúdo precisa ser intercalado com o seu conteúdo próprio, para que esses novos assinantes possam conhecer a identidade da sua marca.

Veja abaixo alguns exemplos:

  • Publicar covers de músicas famosas e não uma música de autoria própria;
  • Parodiar uma tendência (como Pokemon Go ou os hand spinners);
  • Responder publicamente a um outro YouTuber;
  • Reagir a um vídeo viral;
  • Comentar uma história popular da mídia tradicional.

Publicar o conteúdo certo na hora certa é uma maneira certeira de chamar a atenção de visitantes que talvez não acessariam o seu canal – e conquistar possíveis assinantes.

6. Compartilhe os vídeos em comunidades virtuais de nicho

É bem provável que você já compartilhe os seus vídeos no Facebook ou no Twitter. Mas e as outras comunidades virtuais – especialmente aquelas que os seus visitantes frequentam?

As comunidades de nicho – como o Facebook, o Instagram, fóruns, entre outros – frequentadas por pessoas com perfis similares aos dos seus visitantes podem ser uma carta na manga para conseguir mais assinantes.

Lembre-se: ao publicar em Grupos do Facebook, o seu foco deve sempre ser a relevância e não o tamanho da comunidade.

É extremamente importante que você seja transparente ao lidar com essas novas comunidades – seja honesto e diga quem você é e qual é a sua mensagem (use o pitch que mostramos acima!). Os usuários dessas comunidades lutam para manter a integridade e o tom civilizado dessas discussões virtuais; por isso mesmo, é essencial que você ofereça um tópico de valor.

Template Icon

Encontre um produto e comece a vender hoje mesmo!

Quer abrir uma loja virtual mas não sabe o que vender? Com a ajuda do nosso guia gratuito e completo, você encontrará produtos com grande potencial de vendas.

Baixar o guia grátis

Quem não ama assistir vários episódios seguidos?

Parece óbvio afirmar que quanto maior for o número de vídeos do YouTube que a pessoa assistir, maior é a probabilidade de ela assinar o canal que publica esses vídeos. Durante esse processo, o visitante em questão será bombardeado com oportunidades para seguir o seu canal e também conhecer a sua mensagem.

Com isso em mente, vamos discutir duas maneiras extremamente importantes para transformar uma visualização em várias.

7. Monte playlists

As playlists são uma ótima maneira de organizar conteúdo para os usuários do YouTube. Além disso, elas costumam ser exibidas nos resultados de busca da plataforma – mas isso depende do nome da playlist. Uma dica é usar o Ahrefs para avaliar o volume mensal de pesquisa para palavras-chave relevantes.

As playlists também podem ser extremamente úteis se você não contar com um volume muito alto de conteúdo: com elas, é possível organizar os seus vídeos por temas e controlar a ordem de reprodução dos vídeos (o que impede que o YouTube exiba vídeos de outros canais que não o seu).

Sempre que possível, compartilhe um link para o seu vídeo dentro de uma playlist. Desse modo, os usuários receberão vários vídeos do seu próprio canal – todos relacionados com o primeiro vídeo que assistiram.

8. Use os Cartões do YouTube para sugerir outros vídeos

Quando o YouTube cancelou o recurso de anotações nos vídeos, inúmeros criadores de conteúdos ficaram irritados; afinal, era por meio desse recurso que os canais direcionavam seus assinantes para outras páginas da internet. Hoje, só nos restam os Cartões do YouTube.

Por mais que as anotações fossem exibidas diretamente na tela, elas não funcionavam bem em dispositivos móveis – responsáveis por mais de metade das visualizações de vídeos.

Se você quiser recomendar outros conteúdos dentro de um vídeo, os Cartões são a única opção; use-os para sugerir playlists ou vídeos exclusivos e aumente o seu número de visualizações!

Conquiste seguidores fieis

Você já deve saber que esquemas que prometem um crescimento altíssimo, como a compra de assinantes, não ajudarão o seu canal a longo prazo. A verdade é que você não precisa ter um milhão de inscritos para conquistar um público realmente valioso: você só precisa de um pequeno grupo de fãs engajados e que amam o conteúdo que você produz.

Até porque se o YouTube provou alguma coisa, é que existe público para qualquer coisa imaginável.

Então, qualquer que seja o seu conteúdo, vá em frente e encontre o seu público ideal!

O autor do post em inglês gostaria de agradecer a Amir Jaffari, Video Marketer da Shopify, por compartilhar a sua experiência no desenvolvimento de canais do YouTube para marcas e YouTubers.


Which method is right for you?Sobre a autora

Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

Post original em inglês: Braveen Kumar

Tradução e localização: Marcela Lanius

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com

Comece já o seu teste grátis de 14 dias.