Como abrir uma loja online de maquiagem: guia completo [Parte 1]

Como abrir uma loja online de maquiagem: guia completo [Parte 1]

Eu preciso comprar um rímel novo. E, por mais que eu tenha as minhas marcas favoritas, atualmente nenhuma delas tem um rímel que me agrade.

A verdade é que eu não sei nem por onde começar a procurar: só a rede de farmácias mais próxima da minha casa vende mais de 200 marcas de produtos de maquiagem, e a Sephora revende outras 250 opções. E é claro que cada uma dessas quase quinhentas marcas deve ter uns dez tipos de rímel que prometem aumento de volume ou são à prova d'água. O resultado? Eu, cliente, tenho muitas opções. Não consigo escolher!

Para os empreendedores que querem entrar no mercado dos produtos de beleza, essa saturação de marcas é um desafio extremamente preocupante.

Será que existe espaço para mais um BB cream ou outro batom matizado? Como é que você, dona de uma pequena marca, colocará seus produtos no mercado? Como anunciar e lucrar com um novo rímel em um mercado com centenas de produtos iguais? Como abrir uma loja online de maquiagem e cativar clientes?

Como é que você, dona de uma pequena marca, colocará seus produtos no mercado?

Por sorte, o e-commerce e o acesso simplificado aos recursos de manufatura acabaram abrindo as portas de um mercado historicamente dominado por pouquíssimas marcas. E ainda há espaço para novas marcas.

Não é nenhuma novidade que todo dia aparece uma nova tendência ou um interessante mercado de nicho – e as marcas que conseguem entrar logo no mercado (nós mostraremos como) são aquelas capazes de capitalizar em cima dessas novidades e preencher algumas lacunas do setor.

Como abrir uma loja online de maquiagem

Eu entrevistei duas lojistas da Shopify especializadas em maquiagem (com lojas virtuais e físicas) e pedi que elas me contassem suas experiências.

India Daykin é a proprietária da loja de nome homônimo, India Rose. Com lojas físicas em Vancouver, no Canadá, a sua proposta é a criação de cosméticos naturais.

sell makeup online

Kate Loveless, por sua vez, criou a Redhead Revolution depois de penar para encontrar uma maquiagem compatível com o seu tom de pele e cílios. Na sua loja de e-commerce da Shopify, ela cria e vende produtos como o rímel “Honest Auburn” (ou “Ruivo sincero”).

sell makeup online

Escolha o produto: como encontrar o seu espaço em um mercado saturado

Só no ano de 2014, o setor de maquiagem do Brasil faturou 101 bilhões de reais. Você quer um pedacinho desse lucro? Pode ir com tudo – mas vamos tomar um cafezinho primeiro para que eu possa te fazer algumas perguntas:

  • Qual é o diferencial do seu produto frente a tantos outros que já existem no mercado?
  • Você já identificou o seu público-alvo? Como anunciará seu produto para ele?
  • Esse público-alvo está sendo contemplado por outras marcas?
  • Você já identificou uma nova tendência do mercado?
  • O diferencial da sua loja online de maquiagem é um fator externo ao produto? Você está tentando criar uma nova experiência para um produto já estabelecido no mercado? Como a sua marca fará isso?

Tendências

Se você quiser validar uma ideia de produto, estude as tendências do momento. Há várias maneiras de fazer isso.

Vamos supor que o seu objetivo é entrar no setor de cosméticos. Para isso, o ideal é que você já seja um consumidor regular de produtos dessa natureza.

  • Faça uma lista com influenciadores, marcas, blogueiras, revistas e ícones relevantes;
  • Assine newsletters e listas de email para ficar por dentro de todas as novidades;
  • Adote ferramentas como o Pocket, que permite salvar artigos
  • Não se esqueça do Pinterest e do Instagram!

Vamos supor que o seu objetivo é entrar no setor de cosméticos. Para isso, o ideal é que você já seja um consumidor regular de produtos dessa natureza.

Outra opção é dar uma olhadinha no Google Trends e avaliar se há interesse na sua ideia. Veja abaixo algumas opções interessantes:

Mercados de nicho

Várias marcas tiveram sucesso ao direcionarem seus serviços para um público-alvo com necessidades bem específicas:

    • A conscientização mundial acerca do bem-estar dos animais e o interesse crescente em produtos, naturais, sem químicos e saudáveis têm contribuído para o sucesso de marcas veganas, orgânicas e que não fazem testes em animais. Essa onda vem crescendo no Brasil, com a loja online de maquiagem FACE IT Natural Cosmetics, que é brasileira e foi criada com a Shopify.
  • Em sua loja física, India Rose comercializa marcas exclusivas ou de baixa distribuição na cidade – além de vender especificamente para clientes antenados e ecologicamente corretos, que procuram produtos luxuosos e diferenciados.

“Nós vendemos várias marcas de nicho que quase não são comercializadas no Canadá. Além disso, temos vários clientes no Quebec, porque as leis de lá são um pouco diferentes: é bem difícil importar algo para lá. A nossa loja consegue, o que é um diferencial incrível.”

– India, da India Rose Cosmeticary

  • A Klee faz sucesso com adolescentes e pré-adolescentes, criando produtos de cores sutis e formulações mais leves.
  • A Negra Rosa cria e vende cosméticos criados exclusivamente para mulheres negras.

“Nossos batons têm pigmentação diferenciada para aparecer em nossos lábios e as cores foram pensadas para que combinassem com a nossa beleza. Temos nudes que realmente são para nós.”

– Rosangela José da Silva, diretora de criação da Negra Rosa

  • Maquiadores profissionais procuram a Makeup Forever quando precisam de produtos específicos para um filme ou programa de TV.

  • As cores hiper-pigmentadas da Sugarpill são um prato cheio para os fãs de anime e cosplayers.
  • Parece que a maquiagem para academia está na moda. E a Sweat Cosmetics está investindo neste nicho.

Lembre-se que, em um setor baseado em estética, a identidade visual de uma marca é algo especialmente relevante. Por isso, é importante que embalagem, logotipo, voz e design reflitam os seus valores, contem uma história e criem uma experiência exclusiva para os seus clientes.

Fazer em casa, fabricar ou usar um white label?

Fazer em casa

Alguns cosméticos, como batons, óleos especiais e bombas de sais de banho podem ser produzidos no conforto da sua própria casa. Se você escolher essa opção, lembre-se de testar e documentar todo o processo. Isso será extremamente importante para que a sua fórmula se mantenha a mesma caso você decida expandir o catálogo de produtos.

Por mais que a sua fábrica seja o balcão da sua cozinha, é importante seguir as regulamentações e diretrizes governamentais para tal atividade. O estado de Goiás, por exemplo, disponibilizou virtualmente um Manual de Diretrizes para a indústria cosmética; vale a pena conferir e verificar se você está de acordo com o padrão do setor.

sell makeup onlineImagem: Applying Lip Balm, imagem gratuita do Burst

Mandar fabricar

Quando usamos esta palavra, estamos nos referindo ao processo de fabricação de cosméticos em uma instalação de grande ou médio porte. Por mais que algumas marcas ou lojas online de maquiagem tenham suas próprias fábricas, é comum que vários produtores utilizem uma mesma fábrica.

Quando a Kate lançou a Redhead Evolution, ela fazia todos os produtos em casa e os vendia pela Etsy; mas, quando chegou a hora de fabricar o rímel, ela pediu a ajuda de profissionais para que a fórmula ficasse perfeita. Foi só depois disso que ela decidiu expandir a marca.

“Quando eu passei o processo de manufatura para um fabricante, pude expandir a palheta de cores da marca. Mas eu queria escolher o fabricante certo: um que fosse capaz de produzir um produto de boa qualidade e com ingredientes naturais. A minha ideia não era utilizar somente produtos orgânicos, mas sim produtos de qualidade. Por sorte, encontrei um fabricante pertinho da onde eu morava – e por isso pude ir até lá pessoalmente, conhecer todo o processo e as pessoas envolvidas na criação.”

– Kate, da Redhead Revolution

O Brasil já conta com algumas opções de fabricantes especializados na produção de maquiagem, como a Florus e a Labphyto.

White label

No mundo dos cosméticos, um white label (ou fabricante sem marca) é aquele que confecciona produtos que podem ou não ser personalizados com a adição de cores ou fragrâncias – e que são, em seguida, comercializados por uma marca. Desse modo, várias marcas de cosméticos podem vender produtos bastante similares, que apresentam apenas variações sutis de tom ou uma embalagem diferente.

A opção descrita acima é ideal para marcas que vendem um produto extremamente novo ou um conceito ainda inédito. Por exemplo: vamos supor que você está lançando uma loja temática sobre unicórnios, e um dos seus produtos é um batom vermelho com uma embalagem diferenciada, cheia de unicórnios e outros temas fantásticos. Nesse caso, o batom deixa de ser o destaque – pois o mais importante, para a sua marca, é o conceito.

O white label é um recurso excelente para quem quer reduzir o tempo entre o conceito inicial e o produto final – e extremamente relevante para quem trabalha com tendências.

O white label é um recurso excelente para quem quer reduzir o tempo entre conceito inicial e produto final – e extremamente relevante para quem trabalha com tendências.

Ficou interessado? Veja abaixo algumas leituras recomendadas:

Revender

Outra opção é eliminar a etapa de manufatura e revender produtos de outras marcas. O mais legal é que, nesse caso, você pode criar uma experiência de compra totalmente exclusiva. Que tal vender marcas locais? Produtos orgânicos ou naturais? Produtos cosméticos para um certo tipo de pele?

“Quando eu comecei, tinha um quadro na minha sala de jantar com o nome de todas as marcas que eu queria revender – e se elas haviam ou não me dado algum tipo de retorno. Eu acho que o melhor caminho é ter uma abordagem sincera: o que eu fiz foi basicamente ligar e mandar e-mails para essas marcas gigantescas. Eu tentei ser o mais sincera possível, com emails recheados de informações sobre a marca e sobre eu mesma para que eles ficassem curiosos – e entrassem em contato.”

– India, da India Rose Cosmeticary

Eu acho que o melhor caminho é ter uma abordagem sincera.


Você tem uma ideia de negócios?

Comece o seu teste grátis de 14 dias da Shopify hoje mesmo, sem precisar de cartão de crédito!


Antes de seguir os conselhos de India, considere os pontos abaixo para a sua loja online de maquiagem:

  • Compatibilidade de marcas. Existe alguma concorrência entre vocês?
  • Espaço no mercado. Quem mais vende essa mesma marca no Brasil ou na sua região?
  • Taxas de importação. Não se esqueça das taxas de transporte e importação ao definir os preços dos produtos. A India prefere usar uma transportadora só, e não recomenda deixar o envio nas mãos dos vendedores.

sell makeup onlineA fabricação de cosméticos

Qualquer que seja o caminho escolhido, é importante que você tenha em mente algumas diretrizes e observações antes de começar a produção para a sua loja online de maquiagem.

Ingredientes e formulações

Quando falamos de cosméticos, o mais importante é ter certeza de que aquilo que estiver descrito na embalagem corresponda ao conteúdo do produto. Por isso mesmo, escolha a dedo os seus ingredientes e fornecedores:

  • Os ingredientes foram aprovados para utilização como cosméticos no Brasil?
  • Você prefere ingredientes naturais?
  • Quais conservantes serão usados?
  • O seu produto terá uma pegada orgânica? Então o fornecedor precisa ter as certificações necessárias para produzir esse tipo de produto.
  • Avalie a cadeia de fornecimento. O fornecedor é confiável? Ele tem boas referências?
  • Quais são as leis para a comercialização de cosméticos no Brasil e nos países para os quais você envia seus produtos?

Leituras recomendadas:

Embalagem

As embalagens de produtos cosméticos podem ter algumas finalidades:

  1. Representar a identidade visual da sua marca;
  2. Proteger produtos de natureza frágil, como sombras e pós compactos;
  3. Funcionar como aplicador, no caso do rímel e de batons líquidos;
  4. Comunicar informações importantes para os clientes, como os ingredientes, a data de validade e as instruções de utilização;
  5. Contribuir para a experiência do cliente.

Também é importante lembrar que, assim como os produtos, as embalagens também precisam ser testadas – e, se forem produzidas por fabricantes diferentes, elas precisam ser testadas em conjunto, como Megan Cox descobriu.

“A embalagem foi um grande problema na minha vida: eu perdi vários clientes por conta dela. Os pincéis ficaram bonitos, mas a formulação e a cola dos pincéis não combinaram – e as cerdas começaram a cair. Hoje em dia, eu mesma faço o controle de qualidade. Eu preciso me certificar de que tudo esteja certo, pois não posso cometer o mesmo erro novamente. Só este ano, já fui seis vezes à fábrica. Acabei alugando um apartamento por lá.”

– Megan Cox, da Amalie Beauty

A embalagem foi um problema na minha vida: eu perdi vários clientes por conta dela.

E tem mais...

Gostou do post? Vá se preparando que na quarta-feira tem mais dicas sobre como montar sua loja online de maquiagem. Aguarde!

Which method is right for you?Sobre a autora

Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

Post original em inglês: Dayna Winter

Tradução e localização: Marcela Lanius

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com

Comece já o seu teste grátis de 14 dias.