DRE: aprenda como fazer uma Demonstração do Resultado do Exercício

DRE: aprenda como fazer uma Demonstração do Resultado do Exercício

DRE - o que é, para que serve e como fazer

A DRE, Demonstração do Resultado do Exercício, ou ainda Demonstrativo de Resultado do Exercício não é nenhuma novidade para quem mexe com Administração e Contabilidade, principalmente na área de Controladoria e Finanças.

O que poucos empresários sabem é que a DRE, em conjunto com o Balanço Patrimonial, pode:

  • ajudar a identificar com precisão se o seu e-commerce está dando lucro ou prejuízo;
  • identificar onde o seu negócio precisa melhorar;
  • ser útil na hora de tomar decisões. 

Se você não sabe o que é DRE, como ela deve ser feita segundo a legislação brasileira, sua estrutura e importância, esse artigo vai ajudar a resolver completamente suas dúvidas.

O que você vai aprender sobre DRE

  • O que é DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)
  • Legislação
  • Quais os objetivos do Demonstrativo de Resultado do Exercício
  • Para que serve a DRE
  • Como fazer uma DRE
  • Modelo de DRE completo
  • Exemplos de DRE

O que é DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)

A DRE (Demonstração do Resultado do Exercício) é um relatório contábil, exigido pela legislação, que mostra um resumo financeiro completo de todas as atividades operacionais e não operacionais de uma empresa. Isso significa que todas as receitas e despesas (deduções, lucros, custos, abatimentos, impostos, etc.) devem ser contabilizados através do regime de competência.

Apesar de ser obrigatória apenas anualmente, segundo a legislação, para ter um maior controle sobre a saúde e finanças do seu negócio, os gestores de empresas costumam elaborar a DRE mensalmente e em alguns casos até semanalmente.

Legislação

A Demonstração do Resultado do Exercício é prevista no artigo 187 da Lei nº 6.404 (Lei das Sociedades por Ações) que foi promulgada em 15 de Dezembro de 1976 e instituiu a DRE.

Esta lei afirma que as empresas devem mostrar na Demonstração do Resultado do Exercício:

  • toda a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;
  • toda a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;
  • todas as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
  • todo o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;
  • o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;
  • as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;
  • o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

Quais os objetivos do Demonstrativo de Resultado do Exercício

Um Demonstrativo de Resultados tem como objetivos:

  • entender todas as receitas, custos e despesas da sua empresa;
  • apresentar cada etapa dos resultados líquidos em um determinado período de tempo;
  • ajudar a saber se a gestão do seu negócio está indo bem ao comparar as diversas áreas do negócio;
  • facilitar a leitura das informações financeiras por qualquer gestor, já que é feita de forma sequencial.

A grande facilidade com que a DRE pode ser lida por qualquer pessoa é a sua grande vantagem. Dessa forma, pequenos e médios empresários podem fazer a sua leitura, mesmo com pouco conhecimento contábil.

Template Icon

Planilha DRE grátis

Faça a sua DRE sem precisar da ajuda de terceiros com uma planilha DRE completa.

Baixar Planilha DRE

Para que serve a DRE

Toda a vida financeira da sua loja virtual precisa ser seguida de perto! Concorda?

Por mais incrível que pareça, muitos empreendedores deixam o seu negócio tocar sem ao menos fazer um balanço de como as coisas estão indo.

A DRE, junto com o Fluxo de Caixa e o Balanço Patrimonial, entra como parte importante da sua empresa ao mostrar como foram os investimentos e as estratégias adotadas durante um determinado período de tempo.

Se você precisa ver os resultados daquele gerente que contratou, as vendas daquelas roupas de bebê (que você comprou na 25 de março) e melhorar a competência e eficiência da sua empresa, não deixe de seguir a metodologia contábil correta e faça a sua DRE.

Como fazer uma DRE

Vamos agora a parte mais chata, mas também necessária para entender como fazer uma DRE e a sua estrutura.

Todas as informações que precisam ser determinadas e sua disposição na planilha da DRE são definidos pela lei, então não há margem para nenhuma alteração ou personalização .

Para fazer a elaboração da DRE, sua estrutura deve conter:

  • Receita Operacional Bruta de Vendas - todo o valor que a empresa faturou naquele exercício contábil.
  • (-) Deduções da Receita Bruta - todos os abatimentos, impostos e devoluções incidentes sobre as vendas do período.
  • (=) Receita Operacional Líquida - resultados de todas as vendas após fazer as deduções com os itens da dedução de receita bruta.
  • (-) Custo das Vendas - é o custo de todos os produtos vendidos (CPV), custo das mercadorias vendidas (CMV) e custo dos serviços prestados (CSP).
  • (=) Resultado Operacional Bruto - todo o valor após as deduções do custo das vendas.
  • (-) Despesas Operacionais - todas as despesas administrativas (despesas com salários, comissões, pessoal, etc.) e de vendas (aluguéis, depreciação de veículos).
  • (-) Despesas Financeiras Líquidas - despesas com variações cambiais ativas e passivas, IOF e juros, por exemplo.
  • Outras Receitas e Despesas - como receitas e despesas podemos citar o resultado de equivalência patrimonial, venda de bens e direitos de ativo não circulante.
  • (=) Resultado Operacional antes do IRPF (Imposto de Renda) e do CSSL (Contribuição Social e Sobre o Lucro) - valor a ser deduzido antes da dedução de IRPF e CSSL.
  • (=) Resultado Líquido do Exercício - todo o lucro que pode ser distribuído entre os sócios ou acionistas. Caso haja prejuízo, ele pode ser distribuído para outros exercícios.

Modelo de DRE completo

Abaixo mostramos um modelo de DRE completo retirado do site Portal da Contabilidade, seguindo a estrutura da DRE descrita acima:

Estrutura completa de DRE

Exemplos de DRE

Abaixo mostramos alguns exemplos de DRE retirados do site Conta Azul:

Exemplo de DRE 1

Exemplo de DRE 1

Exemplo de DRE 2

Exemplo de DRE 2

Exemplo de DRE 3

Exemplo de DRE 3

Conclusão

Não é necessário um grande conhecimento contábil para produzir sua própria DRE. Manter as finanças da sua empresa sempre organizadas é a chave para o sucesso da sua loja online.

Você ainda tem dúvidas sobre a DRE ou alguma outra ferramenta contábil? Conte pra gente nos comentários abaixo.

2 comentários

  • Cláudio Chagas
    Cláudio Chagas
    February 23 2017, 12:49PM

    Que conteúdo completíssimo, parabéns! Estava com muitas dúvidas em como fazer uma DRE completa segundo a legislação, mas essa planilha vai me ajudar demais.

    Obrigado!

  • Nailane Gomes
    Nailane Gomes
    September 24 2017, 07:40PM

    Boa noite.
    Estou tentando resolver o exercício abaixo,mas não estou conseguindo.
    Por favor alguém pode me orientar.

    Um dos clientes da “K´Mais”, o Sr. Jorge, comprou diversas mercadorias à
    vista. No momento da compra dessas mercadorias, algumas delas estavam
    em desacordo com o pedido e após uma negociação, o Sr. Jorge acabou
    aceitando tais mercadorias. No caso de não ter havido uma negociação que
    mantivesse a venda, o que ocorreria da DRE e no BP? Considere uma
    devolução de vendas na ordem de 20%.

    Balanço Patrimonial, em 31 de dezembro de 2016:
    Ativo Passivo
    Circulante
    Caixa 1.219,70
    Bancos 28.983,75
    Clientes 5.082,00
    Estoque de Mercadorias
    7.431,00
    Total do Circulante…………….
    42.716,45
    Não Circulante
    Imobilizado
    Instalações 57.000,00
    Móveis e Utensílios 38.000,00
    Circulante
    Duplicatas a Pagar 27.500,00
    Aluguéis a Pagar 2.500,00
    ICMS a Pagar 4.199,58
    PIS a Pagar 151,65
    COFINS a Pagar 699,93
    Provisão tributos sobre a renda
    2.300,00
    Total do
    Circulante……………….37.351,16
    Não circulante……………………….. -o

    Total do Não Circulante…….
    95.000,00
    Patrimônio Líquido
    Capital Social 95.000,00
    Reservas de Lucros 5.365,29
    Total do Patrimônio
    Líquido…100.365,29
    Total do Ativo………………….
    137.716,45
    Total do Passivo …………………
    137.716,45
    Demonstração do resultado do exercício, em 31 de dezembro de 2016:
    Receita bruta de vendas ……………………………………………………… 60.833,00
    (-) Deduções sobre vendas
    ICMS sobre vendas………………………..(7.750,98 )
    PIS sobre vendas…………………………..(351,90)
    COFINS sobre vendas………………….(1.219,83)…………………..(9.322,71)
    (=) Receita líquida de vendas……………………………………………………..51.510,29
    (-) Custo das mercadorias vendidas (CMV) ………………………………… (16.769,00)
    (=) Lucro bruto……………………………………………………………………….. 34.741,29
    (-/+) Despesas / Receitas operacionais
    Despesas com abertura de empresa (1.850,00)
    Despesas com vitrines……………………(800,00)
    Despesas com energia elétrica………..(3.469,00)
    Despesas com telefone …………………(2.436,00)
    Despesas com material de limpeza….(85,00)
    Despesas com aluguéis…………………(12.500,00)
    Despesas com fretes sobre vendas….(312,00)
    Serviços prestados …………………… (8.500,00)………………………(29.952,00)
    (=) Resultado antes das despesas e receitas financeiras………….. 4.789,29
    Despesas com juros ……………………. (15,00)
    Rendimentos sobre aplicação financeira 2.891,00……………………. 2.876,00
    ( = ) Lucro líquido antes dos tributos ……………………………………… 7.665,29
    ( – ) Provisão para os tributos sobre o lucro (*)…………………………….(2.300,00)
    (= ) Lucro líquido antes das participações………………………………… 5.365,29
    ( – ) Participações……………………………………………………………………….. (0,00)
    (=) Lucro líquido do período………………………………………………………. 5.365,29

    Alíquota fictícia de 30%.

Deixe um comentário ...

Comece já o seu teste grátis de 14 dias.