Blogs da Shopify

Lojas pop-in: a mais nova tendência do varejo físico

Nordstrom pop-in | Shopify Retail blog
Imagem: Nordstrom

Você precisa providenciar muita coisa para abrir uma loja física: encontrar um local, estimar despesas, decorar o espaço... É um compromisso e tanto! E, com os preços dos aluguéis nas alturas, é um empreendimento custoso.

Esses são alguns dos motivos pelos quais muitos pequenos negócios estão recorrendo a outras opções, como food trucks e lojas temporárias, para expandir a clientela e vender mais. As lojas pop-up se tornaram uma febre nos últimos anos, em especial entre marcas de e-commerce querendo se aventurar no varejo físico.

E agora as lojas pop-in chegaram para ampliar esse leque de opções.

O que é uma loja pop-in?

Peanuts pop-in store | Shopify Retail blog

Imagem: Lyst

Resumindo, uma loja pop-in é uma loja dentro de outra loja. Para abrir uma, em geral é preciso alugar um pequeno espaço em uma loja física ou boutique já estabelecida. Assim que vocês chegarem a um acordo, você pode decorar a loja pop-in para parecer um espaço seu do mesmo modo que uma loja pop-up ou uma loja física tradicional.

Qual é a diferença entre uma loja pop-in e uma loja pop-up?

Se tudo o que eu disse acima soa como uma loja pop-up é porque elas são parecidas, mesmo. A principal diferença é que a sua loja vai existir dentro de outra loja. É uma diferença sutil, mas pode ter um grande impacto na sua marca de varejo.

Em primeiro lugar, abrir sua loja dentro de uma loja física já estabelecida significa que você tem uma parceira com marketing garantido. Vocês dois se beneficiam do fluxo de clientes e do fato de atrai-los para entrar e passar um tempo dentro da loja.

Aproveitar-se de uma loja existente também significa que você não é responsável por decorar todo um espaço. Trabalhar com outro lojista (em vez de um proprietário) costuma oferecer mais flexibilidade em relação a questões de aluguel e um custo menor de locação. Isso significa que a sua pop-in pode ficar aberta por temporadas ou durante breves períodos para promoção de vendas ou novos lançamentos.

Sem o alto custo de locação de curto prazo, serviços públicos e outras despesas, financeiramente vale mais a pena manter a loja aberta por um período mais longo.

Benefícios das lojas pop-in: por que elas funcionam?

As lojas pop-in têm o potencial de trazer êxito real tanto para a própria pop-in como para o proprietário de loja física. É por isso que elas são uma tendência em crescimento no varejo. Tanto que a loja de departamentos Nordstrom criou um programa contínuo de lojas pop-in — a Pop-In@Nordstrom — em nove de suas lojas nos EUA e Canadá. Vamos ver alguns dos benefícios que essas novas parceiras pop-in da Nordstrom podem aproveitar.

Alcance um novo público

Em relação às ações de marketing da sua loja anfitriã, abrir sua loja dentro de outra imediatamente oferece um novo público direcionado e participativo para o seu negócio. Escolhendo sua loja hospedeira com sabedoria (falaremos mais sobre isso posteriormente), você pode garantir que o público integrado da sua loja pop-in amplie seu alcance e leve sua loja a ter novos relacionamentos significativos com seus clientes.

Engajamento com clientes de lojas físicas

Fazer compras online nunca foi tão fácil e conveniente. E com a popularidade crescente de entregas grátis e rápidas, cada vez mais o comércio físico está virando eletrônico. Isso significa que os clientes que frequentam lojas físicas têm a oportunidade de ter uma experiência imersiva com a sua marca e não com seus concorrentes digitais. Uma pop-in não lhe dá apenas acesso ao público da sua loja anfitriã, ela oferece o segmento mais engajado dela.

Aproveite o fluxo de clientes existente

Não importa se você abriu uma pop-in em um grande varejista ou em uma boutique local pequena – você já está na vantagem em relação ao fluxo de clientes. As lojas pop-up e as lojas físicas tradicionais são responsáveis por aumentarem esse fluxo do zero, com muito esforço. Abrindo uma pop-in, o fluxo de clientes já está em andamento, graças aos esforços de marketing da sua loja hospedeira.

DICA DE LEITURA: descubra como montar uma vitrine atrativa para aumentar o fluxo de clientes na sua loja.

Teste a experiência da loja física sem o compromisso burocrático

Muita gente está falando por aí que o destino das lojas físicas é elas virarem e-commerces e dominarem o mercado. Mas, para muitas marcas de e-commerce – até mesmo grandes marcas digitais –, as lojas físicas podem ser um enorme benefício para seus clientes.

Se você tiver um negócio de e-commerce em ascensão, talvez esteja de olho em um espaço de uma loja física como um modo de experimentar o comércio multicanal. Abrir uma loja pop-in pode lhe ajudar a ter uma provinha do varejo físico. Assim, você pode garantir o sucesso da sua loja antes de se comprometer com um longo contrato de locação.

Abrir algumas lojas pop-in pela sua região também pode ajudar você a encontrar a melhor localização para a sua loja.

Diversifique seu alcance

Com uma loja pop-in, você tem flexibilidade e economiza custos para abrir pop-ins não só em uma loja, mas em várias por toda a sua região. Isso significa que você pode crescer e diversificar a sua base de clientes. Outro benefício é que você pode testar estrategicamente cada locação para ver se faz sentido abrir uma loja física permanente ali.

Aproveite a temporada

Negócios sazonais enfrentam diversos desafios que os lojistas tradicionais não têm. Ao abrir uma loja pop-in temporária, você tem a liberdade de dominar alterações e eventos de temporada e usá-los para alavancar as vendas.

Tem uma linha de roupa de banho? Abra uma loja pop-in no começo do verão como sua estratégia de marketing. Está rolando um grande festival no centro da cidade? Planeje abrir uma loja pop-in por ali naquela semana!

DICA DE LEITURA: confira os motivos para você abrir uma loja pop-up nas festas de fim de ano.

Dicas para uma loja pop-in de sucesso

Agora que você já entendeu a eficiência de uma loja pop-in, confira quatro dicas básicas para que a sua pop-in seja um sucesso.

Escolha a loja física certa para fazer uma parceria

Você pode se dedicar completamente a criar uma loja pop-in, organizar mostruários e fazer com que seu espaço se destaque. Mas se a marca da sua loja hospedeira não for a escolha certa, provavelmente você não vai ver os produtos sumindo das prateleiras. É por isso que escolher a marca certa com a qual fazer uma parceria é o fator mais importante na criação de uma loja pop-in. Considere as premissas abaixo ao escolher a sua parceira:

  • A conveniência da marca: a marca da sua loja anfitriã complementa o seu negócio? Os seus valores e os valores dos seus clientes estão alinhados? Por exemplo, se criar produtos que são ecologicamente sustentáveis é um ponto central da sua marca, procure uma loja que também tenha esse compromisso.
  • Compatibilidade de públicos: as mesmas pessoas compram os seus produtos e os produtos da loja parceira? Se os seus clientes estão na faixa dos 20 a 30 anos e a loja atende principalmente o público acima de 65, não há compatibilidade entre vocês!
  • Ampliação de públicos: uma observação sobre a dica acima que é um público incompatível pode funcionar sim, desde que usado estrategicamente para diversificar sua base de público ou testar um novo mercado. Se tiver interesse em restringir sua marca para um novo segmento, a compatibilidade das marcas passa a ser mais importante ainda.

Encontre a melhor localização

Imagem: As plantas do Studio Lily na loja de Sorvetes Hoba

Assim que tiver uma lista completa de marcas compatíveis que podem lhe hospedar, restrinja sua lista pela localização. O endereço certo depende de muitos fatores, incluindo quem são seus clientes, onde eles moram, como se divertem e como vivem.

Você quer facilitar a vida dos clientes certos, fazendo com que eles venham até você. Você também quer escolher um local que vai lhe ajudar a fazer seu público crescer. Ou seja, um local com um alto fluxo de clientes vai proporcionar os melhores resultados para o seu negócio. Você também pode considerar um local em que o fluxo de clientes varia conforme as estações. Por exemplo, as lojas à beira da praia ficam lotadas no verão de dezembro, mas se você vende meias, talvez essa localização não seja a melhor para a sua loja pop-in.

Outros critérios a se considerar são estacionamento e acessibilidade. Se seus clientes gostam de ir de carro para todo lugar, você vai precisar de um local com estacionamento amplo. Se eles preferem usar transporte público, você vai querer um local perto de pontos de ônibus e estações de metrô.

Aposte na ideia de urgência e exclusividade

Um dos motivos para configurações não tradicionais como pop-ups e pop-ins terem tanto sucesso é a sua efemeridade. Elas só existem (em um local específico ou como um todo) durante um curto período. Apenas algumas pessoas conseguem fazer compras nessas lojas, daí a ideia de que lojas pop-in têm um quê de lojas exclusivas. Elas são novidade.

Para aproveitar ao máximo a existência dela, seu marketing tem que enfatizar a urgência e a exclusividade da sua loja pop-in. Considere fazer uma venda temporária para todos os que fizerem compras pessoalmente (e não online) para acrescentar algo a mais a essa exclusividade. Faça propaganda também sobre por quanto tempo sua loja pop-in ficará aberta.

Crie uma experiência

À medida que grandes varejistas encontram uma saída para dar às lojas de shopping uma proposta de valor exclusiva, muitas delas estão tentando tornar o comprar em lojas físicas uma experiência imersiva. Se estiver levando uma marca de e-commerce para o habitat do varejo, você tem uma oportunidade de criar uma experiência completamente nova para que os clientes comprem com você.

Decore sua nova loja pop-in à perfeição e faça o espaço ter a sensação da sua marca. Não é porque se trata de um investimento temporário que você não deve se dedicar por completo. Considere até mesmo promover um evento que incentive os clientes a parar ali e ficar mais um tempinho.

DICA DE LEITURA: que tal criar uma experiência imersiva e envolvente apostando na realidade aumentada?

A pop-in é a melhor opção para o seu negócio?

As lojas pop-in, assim como qualquer outro canal de vendas, não são para todo mundo. Algumas marcas são bem-sucedidas virtualmente e ficam estagnadas no varejo físico; alguns produtos são grandes ou complicados demais para poderem fazer parte de uma loja pop-in, e assim vai.

Mas ela pode ser uma ferramenta poderosa para alcançar novos clientes e aumentar as vendas. Por isso vale a pena considerar abrir uma loja pop-in se você:

  • Está considerando abrir uma loja física própria;
  • Está tentando entrar em um novo mercado local; ou
  • Quer experimentar um segmento já estabelecido e com engajamento.

Você já teve uma loja pop-in? Como foi a sua experiência? Conte para a gente nos comentários!


Você tem uma ideia de negócios?

Comece o seu teste grátis de 14 dias da Shopify hoje mesmo, sem precisar de cartão de crédito!


 


Which method is right for you?Sobre a autora

Carolina Walliter é escritora, tradutora e intérprete de conferências e, em parceria com a Shopify, faz a curadoria e localização de conteúdo para o blog da Shopify em português do Brasil.

Post original em inglês: Kiera Abbamonte

Tradução e localização: Marina Borges

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com

Tópicos: