Recrutamento de funcionários temporários: como encontrar e contratar boa mão de obra sazonal

Recrutamento de funcionários temporários: como encontrar e contratar boa mão de obra sazonal

Temporary staffing, retail | Shopify Retail blogNo processo de gestão de um negócio de varejo, o recrutamento de funcionários temporários é, muitas vezes, um passo inevitável para a expansão. Chega um ponto em que o dono de uma loja já não consegue fazer tudo sozinho.

No entanto, a contratação de funcionários temporários e/ou para jornada parcial pode apresentar desafios. Um deles é estar bem-informado a respeito das questões relevantes a esse tipo de trabalho: por exemplo, os direitos específicos dos trabalhadores, e as vantagens para sua empresa. É muito importante saber que existe uma diferença entre trabalho temporário e terceirização, pois são aplicadas regras específicas para cada tipo de contratação.

Outro desafio é o recrutamento em si, um processo que envolve diversas etapas, as quais requerem planejamento e uso de estratégias para que se obtenha uma contratação eficaz ao final do processo, pois erros de contratação podem gerar custos altos e desnecessários para sua empresa.

Por essas razões, este artigo apresenta algumas dicas para você encontrar empregados temporários para sua empresa de varejo e garantir que eles façam um bom trabalho.

Por que o recrutamento de temporários funciona: cenários onde os varejistas precisam de mão de obra sazonal

Existem diversos cenários onde os funcionários temporários podem contribuir para o seu negócio de varejo:

  • Vendas em eventos: Que tal vender seus produtos em uma feira de artesanato? Ou então em um festival de música? Ou talvez você esteja considerando a possibilidade de montar uma loja sazonal (pop-up). No entanto, se você não dispõe de pessoal suficiente para administrar sua loja e, ao mesmo tempo, participar de eventos, uma boa opção pode ser a contratação de funcionários temporários. Essa ideia também é útil para quem pretende atuar em mercados localizados em outras regiões; inclusive, é possível encontrar mão de obra temporária na localidade onde o evento for realizado.
  • Embaixadores da marca: Os embaixadores da marca podem ajudar na divulgação de seu negócio de varejo. Por exemplo, podem distribuir amostras grátis ou cupons enquanto constroem relacionamentos e conversam com os habitantes locais sobre sua loja.
  • Mão de obra sazonal: Em datas especiais (como Black Friday e Cyber Monday) ou qualquer outra época do ano mais movimentada, talvez sua equipe atual não seja grande o suficiente para lidar com a demanda extra. Muitos lojistas contratam pessoal temporário para o final do ano, por exemplo. Segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), a estimativa é de contratação de 73,1 mil novos funcionários para o período de festas de fim de ano de 2017.
  • Eventos na própria loja: Se você está sediando um grande evento, por exemplo, uma inauguração ou festa de aniversário, é provável que você precise de um reforço no quadro de funcionários.
  • Retiros corporativos: Se você estiver levando sua equipe para um retiro ou uma sessão de treinamento externo obrigatórios durante o dia todo, sua loja não irá funcionar sozinha. A participação de temporários nesses cenários pode ajudar você a manter seu negócio operando normalmente, e construir uma equipe mais forte nesse processo.
  • Mudanças na equipe atual: Imprevistos acontecem: por exemplo, funcionários entrando em licença maternidade/paternidade, ou em férias prolongadas, ou quaisquer outros compromissos inesperados. Os temporários podem ajudar a preencher as lacunas deixadas pela ausência dos funcionários regulares.

Como encontrar funcionários temporários

A melhor tática para encontrar funcionários temporários é começar a procurar o mais rápido possível. Isto é mais importante ainda se você estiver contratando pessoal sazonal. Por exemplo, recomenda-se começar o recrutamento em outubro se o objetivo for contratar para a temporada de vendas do Natal. Afinal, como em qualquer seleção de pessoal, pode levar um tempo até que você encontre o funcionário de que você precisa.

No entanto, nem todo lojista pode se dar ao luxo de fazer um planejamento com tanta antecedência, e às vezes a necessidade de contratação surge de uma hora para outra. Veja, a seguir, algumas maneiras de facilitar e otimizar sua busca por um funcionário temporário.

Escrevendo o anúncio de emprego

Escrever a descrição da vaga e o anúncio de emprego em si é provavelmente o primeiro passo na busca por novos funcionários. Afinal, é a primeira coisa que os candidatos em potencial irão ver e, na realidade, o que irá despertar o interesse em se candidatar a uma vaga em sua empresa.

Um anúncio de emprego deve se preocupar tanto com questões visuais (por exemplo, legibilidade, identificação clara da empresa, uso de logotipo, etc.) quanto com o conteúdo; o anúncio deve ajudar os candidatos a compreenderem o que podem esperar do cargo e quais as competências que devem apresentar. Além disso, é preciso transmitir informações suficientes sobre a empresa para que os candidatos se sintam atraídos pela vaga. Veja aqui outras dicas práticas de como escrever um anúncio de emprego eficaz.

Mas atenção: embora o anúncio de emprego precise ser informativo o suficiente para oferecer uma definição clara do que os candidatos podem esperar, não deve apresentar uma descrição exaustiva do trabalho, porque anúncios longos demais podem afastar muitos candidatos qualificados. Aqui está um resumo do que você deve colocar em anúncio de emprego:

  • Uma ou duas frases com um resumo sobre a empresa, destacando os benefícios de se trabalhar nela
  • Duas a quatro frases que descrevam o cargo e a oportunidade em si
  • As principais responsabilidades do dia a dia
  • As qualificações obrigatórias
  • Habilidades e competências desejáveis
  • Instruções claras sobre como se candidatar à vaga

Vale a pena, também, salientar a experiência que o trabalho oferecido irá agregar ao currículo do futuro contratado, além da possibilidade de efetivação, caso houver, quando o desempenho for satisfatório.

Recrutando os candidatosTemporary staffing, employee in food service | Shopify Retail blog

Após escrever o anúncio de emprego, o próximo passo é divulgar a vaga junto a potenciais candidatos. Opções simples e sem custos são redes sociais como o LinkedIn - de natureza especificamente profissional - e o Facebook, que contém diversos grupos específicos para a postagem de vagas. Muitas vezes, seus clientes e seguidores poderão servir como embaixadores da marca, divulgando oportunidades de emprego ao tomarem conhecimento das mesmas no site de sua loja ou nas redes sociais.

Há também outros sites de empregos que divulgam vagas de empregos temporários e de meio período, e que são acessados por pessoas em busca de colocação; por isso, são fontes interessante para você divulgar sua vaga e procurar possíveis candidatos. Aqui estão alguns que você pode experimentar:

  • Banco Nacional de Empregos
  • Curriculum
  • Manager
  • Catho
  • Mas essas não são suas únicas opções. Analise, durante o planejamento, quais alternativas são as mais adequadas para o perfil do seu negócio. Como lojista, você precisa ser criativo a fim de aumentar suas chances de encontrar o candidato mais adequado. Você pode anunciar vagas no próprio site de sua loja, por exemplo, dando destaque à seção Trabalhe Conosco, ou fazer uso, inclusive, de janelas pop-up. É fundamental, no entanto, que seu site seja otimizado para navegabilidade em smartphones e tablets, o que irá facilitar e acelerar o acesso dos candidatos às informações disponibilizadas.

    Outro ponto importante: embora o e-mail e o telefone sejam os métodos mais tradicionais de comunicação em processos seletivos, procure maneiras de dinamizar e flexibilizar o recrutamento através das tecnologias de informação e comunicação que estão amplamente disponíveis. Por exemplo, ofereça aos candidatos a possibilidade de se comunicarem com você através de mensagens de texto (por SMS, Facebook Messenger e/ou Whatsapp) durante as etapas da seleção.

    E mesmo com as vantagens do uso das tecnologias, vale lembrar que o recrutamento também acontece offline. Peça ajuda aos seus funcionários atuais e ofereça uma gratificação por indicações que resultem em contratação, para que se sintam motivados a ajudar você com essa tarefa.

    E caso você já tenha contratado funcionários temporários antes, reexamine os perfis e veja se há algum candidato promissor com quem você possa entrar em contato. Se você tem funcionários que trabalhem atualmente em regime de meio período, descubra se estariam interessados em assumir uma carga horária maior, desde que não coincida com o horário atual e não comprometa o volume de trabalho com que já lidam.

    Na hipótese de que seus esforços sejam em vão, ou de que você simplesmente não tenha tempo para realizar o recrutamento, deixe que os especialistas façam isso por você. Existem diversas agências de recrutamento de temporários, especializadas em encontrar os candidatos certos para as suas necessidades. Peça recomendações para as pessoas que você conhece, ou então faça uma pesquisa no Google para encontrar avaliações de agências de recrutamento de pessoal temporário qualificado. Lembre-se, no entanto, de que essas agências costumam cobrar por esse serviço.

    Triagem dos candidatos

    Escrever o anúncio de emprego e recrutar os candidatos são apenas os dois primeiros passos.

    A próxima etapa do processo (e mais importante) é a triagem dos candidatos. A primeira coisa a fazer é dar uma olhada nas fichas de inscrição e nos currículos. O fato de um candidato não ter seguido corretamente as orientações previamente fornecidas já é um sinal de alerta; por isso, fique bem atento. Caso contrário, analise a seção do currículo que descreve as experiências profissionais relevantes. Priorize os candidatos que tenham currículos sem erros, boa formação, e bastante experiência de trabalho, seja voluntária ou remunerada.

    Após o currículo, é hora da entrevista, durante a qual é fundamental identificar o nível de motivação de um candidato, e não apenas as habilidades que ele apresenta e a experiência profissional anterior. Para descobrir isso, é preciso fazer as perguntas certas e aprender a interpretar as respostas dadas.

    Tenha em mente quais são os maiores papéis e desafios do cargo, e faça perguntas que ajudem você a determinar a capacidade do candidato de lidar com essas responsabilidades. Dê preferência para perguntas que levem os candidatos a darem respostas espontâneas, em vez da fala tradicional memorizada e com clichês.

    Por exemplo, em vez de dizer:

    Descreva um desafio que você teve de superar no trabalho.”

    Tente fazer uma pergunta como esta:

    O que você faria se desconfiasse que um cliente estava furtando algo da loja, mas você estivesse ocupado demonstrando um produto?

    Se você tiver de fazer o processo de seleção de modo remoto, é importante poder enxergar os candidatos durante a entrevista para que você se sinta mais seguro para escolher as pessoas com o perfil apropriado para a vaga. Para videoconferências, as alternativas mais práticas (e também gratuitas) são o Skype, o Google Hangouts e inclusive o Messenger do Facebook, mas também existem softwares de videoconferência pagos que você pode utilizar, como o GoToMeeting e o WebEx.

    Após encontrar a pessoa certa, fazer sua tarefa de casa: verifique os antecedentes criminais e as referências do candidato em questão. Se tudo estiver OK, então você pode ter encontrado seu próximo contratado!

    Contratação de temporários do ponto de vista jurídico

    Aspectos legais

    A partir da aprovação do texto da reforma trabalhista pelo Senado no dia 11 de julho de 2017 e sancionado pelo presidente do país dois dias depois, existem novas regras para férias, jornada de trabalho (inclusive parcial), modalidades de trabalho não contempladas na legislação anterior (como trabalho remoto e intermitente) e outras questões. No entanto, o assunto ainda gera polêmicas e com o decorrer do tempo, talvez ocorrem ajustes. É importante que você fique a par de suas obrigações enquanto empregador, inteirando-se do texto da nova lei. Por ora, veja aqui um resumo do que muda com a nova lei trabalhista.

    Remuneração

    Determinar a remuneração adequada para funcionários temporários é mais do que apenas escolher um valor que pareça justo. Você precisa ter certeza de que tem condições de pagar pelo trabalho contratado, e de que está oferecendo um salário competitivo.

    Procure se informar a respeito dos valores pagos pela concorrência para cargos semelhantes àquele que você está anunciando. Você pode começar com uma pesquisa preliminar na internet para ter alguma noção. Sites como Catho e Salário BR mostram uma média salarial de acordo com cargo ou função.

    A partir daí, pense em vantagens adicionais para oferecer que seus concorrentes talvez não consigam cobrir - benefícios como vale-transporte, passes de academia, lanches no trabalho, ou a oportunidade de receber bônus. Você também pode pensar na possibilidade de implantar um sistema de pagamento baseado em comissões, especialmente para os vendedores.

    Se você estiver utilizando os serviços de agências especializadas no recrutamento de trabalho temporário, poderá se valer de diversos recursos e expertise que elas oferecem a fim de identificar a remuneração média praticada no mercado em que você atua.

    É importante ter em mente de que o grau de exigência que você poderá ter quanto a seus funcionários deverá ser compatível com o salário que você oferecer. Em outras palavras, se a remuneração não for suficiente, é provável que você não possa ser seletivo demais; em contrapartida, um salário mais competitivo deverá atrair candidatos mais qualificados. E, por fim, a remuneração deve atender aos requisitos do salário mínimo estabelecidos pelo governo.

    Treinamento

    Depois de selecionar seu candidato e eles aceitaram sua oferta, você ainda tem de seguir alguns passos para garantir que a contratação seja bem-sucedida. Treinar seus funcionários é crucial para o sucesso.

    Todos em sua equipe precisam ter uma compreensão dos produtos, da marca, e do cliente ideal de sua loja. Manuais de treinamento, materiais de branding e guias sobre os recursos do produto são documentos sempre muito importantes para instruir os novos contratados - especialmente se eles estiverem trabalhando remotamente.

    Em resumo, com planejamento e criatividade, os passos para uma contratação bem-sucedida - definição do perfil da vaga, criação e divulgação do anúncio, recrutamento e triagem de candidatos - deverão ser mais tranquilos para você e gerar resultados satisfatórios para sua empresa.

    Como foi sua experiência com a contratação de funcionários temporários? Quais foram seus maiores acertos? Compartilhe sua com a gente nos comentários abaixo!


    Which method is right for you?Sobre a autora

    Gabriela Jungblut é editora-chefe do blog da Shopify em português, gestora de marketing de conteúdo para o mercado brasileiro, tradutora e intérprete de conferências.

    Post original em inglês: Alexandra Sheehan

    Tradução e localização: Armando Silveiro

    Você tem dúvidas sobre a Shopify?

    Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

    atendimento@shopify.com

    Comece já o seu teste grátis de 14 dias.