Blogs da Shopify

Dicas de produtividade para quem faz home office

working from home tips

Com a expansão do vírus COVID-19 pelo Brasil e pelo mundo, a maior recomendação da OMS e dos médicos epidemiologistas tem sido uma só: fique em casa, se for possível. Trabalhe de casa, se o seu emprego permitir; evite aglomerações, evite passeios desnecessários, e evite entrar em contato com outras pessoas para não contrair o vírus ou, pior ainda, acabar se transformando num vetor que pode passar o vírus para pessoas de saúde mais frágil.

Com tanta gente se reajustando ou mesmo inaugurando a rotina de home office em um momento tão diferente de tudo o que vivemos nos últimos tempos, vale a pena relembrar e compartilhar algumas dicas importantes para tentar manter a produtividade mesmo em casa.

Como organizar a rotina para o home office

Todo mundo já sonhou em trabalhar de casa; fazer o próprio horário, ficar de pijama o dia inteiro, curtindo a liberdade de fazer o que quiser, a hora que quiser.

Por mais incrível que tudo isso pareça ser, é difícil vencer a procrastinação com tantas distrações diferentes em casa.

Pior ainda: com a recomendação do distanciamento social, o sonho idealizado de home office pode acabar virando um pesadelo. Louças acumuladas na pia, roupas por lavar, gatinhos ou cachorros atormentando para brincar ou passear, crianças pequenas em quarentena, o(a) parceiro(a) em casa o dia inteiro... É tanta coisa ao mesmo tempo que pode ser difícil não deixar a peteca da produtividade cair.

Como ser mais produtivo no home office?

Você agora trabalha de casa.

Se essa mudança vai ser temporária ou permanente, só o tempo vai dizer. Mas talvez ela tenha vindo acompanhada da oportunidade de desenvolver um novo projeto de negócio próprio ou até mesmo tirar da gaveta aquele projeto paralelo que você sempre quis começar.

Mas trabalhar em casa requer muita disciplina. É difícil manter o foco e a produtividade com tantas fontes de distração, tarefas domésticas e a correria quase que natural do dia a dia de uma casa – para não falar da preocupação e da tensão que todos estamos vivendo durante esse momento tão delicado e caótico.

É claro que as sete dicas que separamos neste post provavelmente não funcionarão da mesma forma para todo o mundo, até porque cada pessoa tem as suas próprias particularidades e a sua própria rotina. A ideia, no entanto, é tentar transformar essa situação de isolamento e home office em uma que possa ser agradável e produtiva.

Dadas as circunstâncias, é bem provável que o seu escritório temporário seja a mesa de jantar da sala ou a mesinha de centro da sala de visitas. E, se você já trabalha de casa, é possível que a decoração do seu home office se resuma a um aglomerado de livros, cadernos, bloquinhos de anotação e outros artigos de papelaria espalhados por toda e qualquer superfície lisa do escritório.

Para algumas pessoas, um ambiente desorganizado é um pesadelo, enquanto outras não só gostam, como ainda se sentem mais produtivas em meio ao caos.

Por isso mesmo, é importante que você descubra o que te faz mais produtivo. Em qual tipo de ambiente você trabalha melhor?

Eu, pessoalmente, gosto de tudo organizado. Para mim, uma mesa bagunçada é reflexo de uma mente ansiosa e caótica. Eu sei que não consigo ser produtivo nesse tipo de ambiente, e a própria Organização Mundial da Saúde já lembrou que é importante cuidarmos da nossa saúde mental com o mesmo nível de atenção que estamos dando à COVID-19.

Mas e você? Onde você trabalha melhor? Precisa de uma baguncinha? Existe algum tipo de ordem por trás da sua bagunça?

Lembre-se: não há resposta certa ou errada para essas perguntas. Experimente trabalhar em diferentes ambientes de vez em quando para entender o que funciona melhor para você.

Dito isso, vamos descobrir algumas formas de manter a produtividade trabalhando em casa, independentemente do grau de bagunça necessário para você produzir.

1. Espaço de trabalho X espaço pessoal

1. Keep Your Workspace and Personal Space Separate

Tente separar a sua área de trabalho do seu espaço pessoal ou de convívio com outras pessoas que moram com você. Estabelecer essa distinção, seja fisicamente, seja na nossa mente, é muito importante para manter a produtividade que, via de regra, é comprometida por 5 distrações básicas:

  1. Família e filhos querendo atenção;
  2. Falta de equipamento próprio de escritório;
  3. Vontade de dar conta das tarefas domésticas;
  4. Tentação de deixar a TV ligada para servir de companhia;
  5. Espaço de trabalho inapropriado, bagunçado ou pequeno.

Portanto, procure estabelecer um limite claro (físico ou mental) entre o seu espaço de trabalho e o espaço de lazer dentro de casa. Você pode estipular turnos para trabalhar ou deixar qualquer fonte de distração fora do seu alcance durante o expediente, por exemplo. Qualquer definição mais explícita já faz diferença!

Se você já tem um escritório em casa, ótimo! Feche a porta e aproveite esse cantinho para trabalhar de forma compenetrada.

Mas, se você não tem um escritório pronto para uso em casa, calma! Tudo se ajeita: se tiver oportunidade, escolha um cômodo que não é muito usado e o transforme no seu escritório temporário.

E se esse cômodo "ocioso" não existir, a mesa de jantar dá conta do recado — basta organizar os horários de trabalho com a pausa para as refeições. Você também pode experimentar movimentar alguns móveis para criar uma divisão mais palpável do que é a sua área de trabalho e o seu espaço de lazer/vida pessoal.

Porém, a dica de ouro é: converse com as pessoas que moram com você, explicando a sua necessidade de trabalhar durante o período de distanciamento social.

Deixe explícito que todos estão se adaptando a uma rotina doméstica temporária, em que todos cedem um pouquinho para o bem da casa como um todo.

Quando educamos as pessoas que moram com a gente sobre as condições para o trabalho remoto acontecer, elas se sentem mais parte da nossa vida e esse esforço vira uma missão em equipe.

Está penando para conseguir trabalhar de casa e cuidar dos filhos? A revista Exame separou algumas dicas bem úteis.

2. Organização para poupar tempo

2. Try Organizing Your Clutter to Save Time

Com a pandemia do coronavírus, muitos aterrissaram no esquema de home office sem tempo para se preparar e arrumar a casa — e tudo bem! Um dia de cada vez, certo?

Depois que definir o melhor local para você trabalhar em casa, tente mantê-lo minimamente organizado para não sobrecarregar a mente com "lembretes visuais" da bagunça. Desse jeito, você conseguirá produzir mais e com mais tranquilidade. Além disso, com a área de trabalho mais organizada, você não perderá tempo tentando encontrar algum documento ou material importante para o expediente do dia.

Dica: que tal aproveitar que está em casa para arrumar outros cômodos da casa? Armários, estantes de livros, quartinhos "da bagunça"... Desopilar a mente cuidando da casa pode ser extremamente terapêutico! 

3. Rotina, rotina, rotina

Todo mundo sabe que ter uma rotina matinal é o segredo para dar um gás na produtividade diária. Mas... Como isso funciona quando se trabalha de casa?

Embora seja tentador passar o dia de pijama, bebendo café e comendo besteira, tais hábitos não fazem bem nem para o corpo nem para a mente.

Acorde cedo para se arrumar para ir trabalhar, mesmo que agora o seu escritório seja na sala de estar ou no quarto de visitas. Finja que você está se vestindo para ir até o escritório da empresa ou para uma reunião: é uma atitude sutil que realmente muda a nossa perspectiva para o dia (um dia produtivo, esperamos) que estamos prestes a viver.

Outra coisa importante para lembrar em tempos de quarentena e isolamento é tentar manter uma atividade física, ainda que para isso você tenha que se exercitar na sala, no corredor do apartamento ou na varanda. Evite academias, ambientes fechados ou esportes que dependem da aglomeração de sete ou mais pessoas.

Se você estiver se sentindo motivado, dá uma olhadinha nesses cinco apps que você pode baixar para se manter em forma mesmo em casa.

4. Ergonomia

4. Invest in Ergonomic and Beautiful Furniture

Você provavelmente levanta da cadeira para fazer uma pausa enquanto trabalha, mas é muito fácil esquecer de esticar as pernas quando “pegamos no tranco”.

É por isso mesmo que é fundamental investir em móveis ergonômicos para o seu escritório, especialmente numa boa cadeira e mesa de escritório. Você não pode se dar ao luxo de ter sua produtividade e saúde prejudicadas por conta de um espaço de trabalho mequetrefe.

Se for possível, compre uma cadeira ergonômica e uma mesa com regulagem de altura. Trabalhar de pé por algumas horas vai poupar a sua coluna e aumentar a sua produtividade no trabalho. Por conta da pandemia, pode ser que a entrega desses móveis acabe demorando um pouquinho mais do que o normal (e cuidado ao receber os pacotes!).

Ainda não se convenceu de que vale a pena investir em uma boa cadeira de escritório? Vai por mim, é sério. Não sou só eu que estou falando! Segundo a Beecorp:

  • A ergonomia aumenta a produtividade no trabalho. As melhores soluções ergonômicas costumam dar um gás na produtividade. Uma estação de trabalho é mais eficiente quando projetada para permitir boa postura, e menos esforço físico.
  • A ergonomia aumenta a qualidade do trabalho realizado. Condições ruins de ergonomia deixam os trabalhadores frustrados com a qualidade do trabalho feito. Quando a tarefa em mãos exige muito do corpo, corre-se o risco de o trabalhador não ter um desempenho equivalente ao seu potencial.

5. Aproveite para aprender algo novo

Uma das maiores vantagens do home office é poder dizer adeus ao trânsito interminável e ao transporte público sempre lotado. E já que você vai ganhar pelo menos umas horinhas a mais durante o dia, por que não tirar uns 30 minutinhos da sua manhã ou da sua tarde para aprender algo de diferente?

De repente você pode aproveitar para dar uma afiada no inglês, ou então aprender um idioma que você ainda não conhece – como o alemão, o italiano ou até mesmo o coreano.

Outra opção é fazer um curso online para se aprofundar em algum tema que seja da sua área ou então aprender mais sobre algo que você sempre quis saber. A Udemy, uma plataforma de cursos virtuais, possui cursos diversos – e, por conta da COVID-19, já liberou cerca de 40 cursos da área de programação e tecnologia para o público geral.

6. Planeje o cardápio da semana

Em geral, quem trabalha de casa precisa separar algumas horas para cozinhar.

Para quem não quer gastar tanto tempo do seu expediente pilotando o fogão, pode ser uma boa ideia deixar o cardápio da semana pronto e definido já no domingo. Cozinhe em grandes quantidades, guarde tudo em potes na geladeira e vá consumindo ao longo da semana para não perder tanto tempo cozinhando todo santo dia.

Além disso, tome cuidado com a tentação de cair dentro dos lanchinhos nada saudáveis. Você gastará menos energia trabalhando de casa só por não precisar se locomover até o escritório da empresa. Portanto, capriche nos legumes, verduras e proteínas, e fique longe dos alimentos industrializados. Na dúvida, para não comer besteira, não tenha besteira em casa.

Outra coisa que é importante de lembrar durante a pandemia da COVID-19 é: favoreça os pequenos negócios. Compre o pão do café e faça a feira da semana na mercearia e no mercadinho do seu bairro; se você come carne, procure o açougue mais perto e converse com o fornecedor para conseguir porções menores.

O mesmo vale para aquela vontade irreprimível de pedir comida depois daquele dia cansativo de trabalho, faxina e cuidado com as crias: evite recorrer às grandes marcas, pois elas ainda estarão aqui sem grandes prejuízos quando isso tudo passar. Mas talvez aquela pizzaria da esquina não consiga sobreviver.

Lembre-se: é importante ajudar a sua comunidade local em momentos como este.

Comece sua avaliação gratuita de 90 dias

Leve o tempo que precisar para montar e lançar seu e-commerce.

Crie sua loja virtual

7. Saiba quando parar de trabalhar

Trabalhar longas horas até tarde pode soar como uma nobre missão quando ouvimos histórias de sucesso de empresários que suaram a camisa para bater metas. Porém, muita gente esquece que esses “heróis” sempre reservam algumas horas para o próprio lazer.

Eles sabem quando é hora de desligar tudo e se desconectar.

Ou seja: não tem problema tirar uma folga de vez em quando para descansar, assistir uma TV ou fazer o que você quiser simplesmente porque você quer e merece. 

A equipe do projeto Becoming Minimalist enumerou motivos bastante convincentes que explicam a importância de desconectar, e nós traduzimos de forma resumida esses pontos aqui. Desconectar é importante porque:

  • Ajuda a eliminar sentimentos prejudiciais, como o ciúme, a inveja e a solidão. 
  • Combate aquele medo de estar perdendo ou deixando de participar de experiências gratificantes. 
  • Ajuda a enxergar que a vida está acontecendo bem embaixo do nosso nariz, basta a gente viver no presente. 
  • Favorece a criação e desestimula o consumo. 

Portanto, ao acabar de ler este artigo, vá maratonar a sua série favorita na Netflix ou fazer qualquer coisa que você goste!

Também vale lembrar que, por conta da recomendação da OMS de que todos fiquemos em casa para conter a disseminação da COVID-19, diversos museus e casas de espetáculo estão compartilhando conteúdos totalmente gratuitos na internet. Segue uma pequena lista:

Você não está sozinho nessa!

Pode ser difícil se adaptar à rotina temporária de distanciamento social, mas é sempre bom lembrar que distanciamento não quer dizer isolamento: por isso, não se esqueça de conversar periodicamente com seus amigos, familiares e colegas de trabalho – seja por mensagem de texto, ligação telefônica ou, ainda melhor, chamadas de vídeo.

Aliás, se você estiver buscando um app que possibilite uma conversa simultânea entre três ou mais pessoas, vale a pena conferir o Microsoft Teams, o Skype e o JusTalk.

Não deixe de colocar em prática as dicas que compartilhamos neste artigo. Vá implementando cada uma delas aos poucos, para você se acostumar com esses ajustes. Não se preocupe: todo o esforço valerá à pena no longo prazo. E, mais importante, lembre-se de que você não está sozinho nessa.

Por último, cuide de você, e cuide dos seus. Isso vai passar, e até lá todos precisamos ser responsáveis.


Which method is right for you?Sobre a autora

Carolina Walliter é escritora, tradutora e intérprete de conferências e, em parceria com a Shopify, faz a curadoria e a localização de conteúdo para o blog da Shopify em português do Brasil.

Post original em inglês: Tucker Schreiber

Adaptação em março de 2020: Marcela Lanius

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Escreva um e-mail para a nossa equipe de atendimento em português!

atendimento@shopify.com

Tópicos: